Igualdades

No tempo dos papas viajantes

Edison Veiga e Renata Buono
16dez2019_06h11

Foi-se o tempo em que ser papa era ficar encastelado no Vaticano. Paulo VI (1897-1978) foi o primeiro pontífice a andar de avião, em 4 de janeiro de 1964, e inaugurou o que o Vaticano chama de viagens papais da era moderna. Ganhou o apelido de “o papa peregrino”. Mas nenhum papa rodou tanto o mundo como João Paulo II (1920-2005). Pelo tempo de pontificado, porém, Francisco, o 266º papa, já bateu o polonês em número de viagens anuais. Paulo VI e João Paulo II foram os únicos papas, até agora, que já pisaram em todos os cinco continentes. 

Os 262 papas que antecederam Paulo VI não tinham as viagens em sua rotina. Em outubro de 1962, João XXIII causou espanto ao sair do Vaticano e percorrer de trem os menos de 200 km entre Roma e Assis. Paulo VI foi o primeiro a andar de avião e, depois dele, João Paulo II, Bento XVI e Francisco também se tornaram papas viajantes.

Considerando a duração do pontificado, Francisco é o papa que mais viaja. Desde 2013, quando assumiu o posto, fez 8,35 viagens por ano de pontificado. Papa por 26 anos, João Paulo II tem a segunda maior média, 7,7 viagens por ano. Depois estão Bento XVI, com 6,7, Paulo VI, com 1,5 viagem por ano de pontificado.

Em número absoluto de países visitados e dias fora do Vaticano, João Paulo II, porém, é imbatível até agora. Em 26 anos de pontificado, visitou 132 países. Francisco é o segundo: foi a 49 países; Bento XVI esteve em 25 países, e Paulo VI, em 19.

Excluindo a Itália, os países mais vezes visitados por um papa são Polônia e Estados Unidos. Terra natal de João Paulo II, a Polônia foi visitada 9 vezes por ele, 1 por seu sucessor, Bento XVI e 1 por Francisco. Já os Estados Unidos foram visitados 1 vez por Paulo VI, 7 por João Paulo II e 1 por cada um dos dois últimos papas.

João Paulo II foi o primeiro papa a pisar no Brasil – em 30 de junho de 1980. Ele voltaria outras 3 vezes – em 1 delas, ficaria apenas algumas horas, sem sair do aeroporto. Depois dele, o país foi visitado 1 vez por Bento XVI e 1 por Francisco.

A proporção de católicos apostólicos romanos no Brasil vem caindo de modo significativo nos últimos anos. Em 1970, os católicos eram 91,8% da população; em 2010, já haviam caído para 64,6% da população.

Depois da Europa, destino de 108 viagens dos quatro papas viajantes, a América é o continente mais visitado pelos pontífices: eles pisaram 71 vezes em países americanos. Depois vem a África, cujos países foram visitados 65 vezes. Países asiáticos foram destino de 42 viagens; da Oceania, 9.

Fontes: Vaticano; IBGE.

Nota metodológica: João Paulo I não foi incluído porque só ficou 33 dias no cargo.

Edison Veiga (siga @edisonveiga no Twitter)

É jornalista e escritor, mora em Bled (Eslovênia)

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

leia mais

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #85: A política de Moro, os negócios de Wajngarten e o nazismo na Cultura

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Os ‘facilitadores’ que ajudaram a família Santos a acumular fortuna

De empresários a contadores, passando por consultores e advogados, a rede de relações que a mulher mais rica da África construiu para proteger seu império

Como o dinheiro desviado de Angola veio parar na Paraíba 

Inquérito da PF obtido pela Pública acusa político próximo do ex-presidente angolano José  Eduardo dos Santos e sua filha Isabel dos Santos de lavar dinheiro de corrupção no Nordeste

Uma Mulher Alta – título banal, belo filme

Inspirado em livro de jornalista vencedora do Nobel, filme aborda traumas de duas ex-combatentes

O império de Isabel

Como a filha do ex-presidente de Angola aproveitou o poder político do pai para, com empresas de fachada e informações privilegiadas, se tornar a mulher mais rica da África

Prejuízo em cacho

Petrobras enterra centenas de milhões de reais em projeto de  biocombustível a partir do dendê – que não produziu nem um litro de óleo

Foro de Teresina #84: Ascensão evangélica, Democracia em Vertigem e a Aliança pelo Brasil

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O Paraíso Deve Ser Aqui – o que sobrará da mediocridade imposta?

Humor lacônico de cineasta palestino faz refletir sobre como estado policial estende seus tentáculos pelo mundo

Mais textos
1

Prejuízo em cacho

Petrobras enterra centenas de milhões de reais em projeto de  biocombustível a partir do dendê – que não produziu nem um litro de óleo

2

O império de Isabel

Como a filha do ex-presidente de Angola aproveitou o poder político do pai para, com empresas de fachada e informações privilegiadas, se tornar a mulher mais rica da África

4

O radical

Como Roberto Alvim faz teatro

7

Como o dinheiro desviado de Angola veio parar na Paraíba 

Inquérito da PF obtido pela Pública acusa político próximo do ex-presidente angolano José  Eduardo dos Santos e sua filha Isabel dos Santos de lavar dinheiro de corrupção no Nordeste

8

Foro de Teresina #84: Ascensão evangélica, Democracia em Vertigem e a Aliança pelo Brasil

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

9

Dois empresários paulistas contam por que estimulam Bolsonaro

Fundador da Tecnisa e dono de empresa de monitoramento de mídia marcam encontros entre pré-candidato e comunidade judaica de São Paulo. “Apoio quem seja contra a esquerda”, resume incorporador

10

Memória desarmada

Diretora de Democracia em Vertigem retira armas de foto histórica e abre discussão sobre alteração de imagens em documentários