=igualdades

Risco de um paciente morrer em UTI no Brasil é maior que na Itália

Amanda Gorziza, Francisco J. Ricci, João Gado F. Costa e Renata Buono
06abr2021_10h18

Entre 16 de fevereiro e 15 de agosto de 2020, 59% das pessoas admitidas em Unidades de Terapia Intensiva no Brasil morreram – seis a cada dez. Os resultados constam de um estudo de Fernando Bozza, Otavio Ranzani e outros pesquisadores publicado na revista The Lancet Respiratory Medicine. Foram analisados dados de mais de 254 mil internações. Já no auge da pandemia na Itália, em abril, a mortalidade em UTIs no país foi de 48%, menor que a do Brasil, como mostram dados de estudo de Grasselli e outros pesquisadores na Jama Internal Medicine.

Com a superlotação dos hospitais no Brasil, os profissionais que trabalham nesses ambientes estão sobrecarregados. Em entrevista à BBC, Bozza, coordenador da Rede Brasileira de Pesquisa em Medicina Intensiva, disse que perdeu-se tempo discutindo tratamento precoce sem qualquer evidência científica. “Não se investiu em disseminar informação sobre tratamentos eficazes para pacientes graves, como uso de esteroides, técnicas de identificação de insuficiência respiratória, uso da posição prona e outros.”

Fontes: Estudo de Bozza, Ranzani e outros pesquisadores publicado na revista The Lancet Respiratory Medicine; estudo de Grasselli e outros pesquisadores na Jama Internal Medicine



Amanda Gorziza (siga @amandalcgorziza no Twitter)

Estagiária de jornalismo na piauí

Francisco J. Ricci (siga @FranciscoJRicci no Twitter)

É fundador e repórter do Pindograma. Estuda Economia e Política na Universidade de Nova York

João Gado F. Costa (siga @jgfcosta no Twitter)

É repórter do Pindograma, site de jornalismo de dados, e estudante de linguística na Universidade de Columbia, em Nova York.

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Leia também

Últimas

Bolsonaros cumprem quarentena

Enquanto o presidente sabota medidas para frear o coronavírus no país, seus parentes se beneficiam do lockdown em Eldorado, no interior paulista

Isolamento militar

Exército contrariou negacionismo de Bolsonaro, exigiu máscara, impôs distanciamento contra a Covid - e isso custou cargo a general

Foro de Teresina #145: Com fome, com sufoco, com tudo

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Combate à corrupção exige democracia

Após extinção da Lava Jato, procuradores da força-tarefa no Rio fazem balanço, apontam erros e dizem que trabalho não acabou 

“Temos de cobrar dos governos vacina e informação”

Pesquisador da Universidade de Vermont faz sucesso ensinando como usar máscaras PFF2

Lei fura fila da vacina

Projeto que estimula vacinação privada divide o país entre quem tem direito e quem tem “mais direito”

Mais textos