Igualdades

Os abortos diários do Brasil

Camille Lichotti, Luigi Mazza e Renata Buono
24ago2020_11h23

O caso recente de uma menina de dez anos violentada e grávida de seu tio expôs a violência sexual contra crianças e a discussão sobre aborto legal no Brasil. Este ano, só até junho, ao menos 642 meninas de dez a catorze anos foram internadas no SUS para fazer um aborto, seja por decisão médica ou legal ou por complicações na gravidez. É quase a mesma quantidade de meninas dessa faixa etária internadas por asma, também até junho. Em 2019, a cada dia foram internadas por aborto, em média, cinco crianças de até catorze anos, segundo os dados do Ministério da Saúde. Dez anos atrás, a média era o dobro disso. A maioria dessas crianças é preta, parda e vive no Nordeste. Os números oficiais são subnotificados, já que não levam em conta os abortos feitos ilegalmente. Ainda assim, permitem traçar um quadro alarmante, que mostra que o caso da menina de Recife não foi exceção. O =igualdades destrincha os dados sobre aborto no Brasil.

Em 2019, o SUS registrou cerca de 195 mil internações por aborto (espontâneos e por decisão judicial ou médica). Foi uma média de 535 por dia. Os abortos por motivos previstos em lei são minoria. A cada 100 internações por aborto, 99 foram de abortos espontâneos e tipos indeterminados de gravidez interrompida. Só 1 foi aborto previsto em lei.

As principais vítimas de procedimentos de aborto em geral são mulheres negras. De 2009 a 2018, o SUS registrou oficialmente 721 mortes de mulheres por aborto. A cada 10 que morreram, 6 eram pretas ou pardas.

Em 2019, o SUS registrou, por dia, uma média de 5 internações de crianças de 10 a 14 anos por aborto (tantos os abortos previstos em lei quanto os espontâneos). Em um mês, são 150 crianças internadas por aborto – número suficiente para encher cinco ônibus escolares pequenos.



Só em 2020, de janeiro a junho, o Brasil registrou 642 internações por aborto de meninas de 10 a 14 anos. É quase a mesma quantidade de meninas da mesma idade internadas com asma (714).

As internações por aborto de crianças vêm caindo. Em 2010, 3 mil meninas de 10 até 14 anos de idade foram internadas no SUS para fazer aborto permitido em lei ou se recuperar de aborto espontâneo. Dez anos depois, em 2019, foram 1,7 mil. Ou seja, a cada 2 garotas internadas para fazer ou se recuperar de um aborto em 2010, só 1 foi internada em 2019.

De 2010 a 2019, o SUS registrou 24,8 mil internações por aborto de meninas de 10 até 14 anos. Dessas, a maioria eram pretas ou pardas. Para cada criança branca internada por aborto, outras 3 crianças pretas ou pardas foram internadas.

A maioria dos abortos em meninas de 10 até 14 anos acontece no Nordeste. De 2010 a 2019, a região teve 9,9 mil internações de meninas por aborto, no SUS. No Sudeste, foram 7 mil internações; no Norte, 4 mil; no Sul, 2,2 mil; e no Centro-Oeste, 1,7 mil.

Fonte: DataSUS (Ministério da Saúde).

Camille Lichotti (siga @camillelichotti no Twitter)

Estagiária de jornalismo na piauí

Luigi Mazza (siga @LuigiMazzza no Twitter)

Repórter da piauí, produtor da rádio piauí e diretor do podcast Foro de Teresina

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

leia mais

Últimas Mais Lidas

Praia dos Ossos: terceiro episódio já está disponível

Podcast original da Rádio Novelo é publicado aos sábados

Boi com endereço

Se atender à pressão dos exportadores sem criar regulação interna, mercado ameaça criar  dois tipos de consumidor: o que pode comer carne de áreas desmatadas ilegalmente e o que não pode

A amiga oculta da J&F

Empresa dos irmãos Batista não apresenta no acordo de leniência a Unifleisch S/A, representante da JBS na Europa e citada como suspeita de lavagem em documentos do Tesouro americano

Matemática da inclusão

Prêmios recebidos pelas duas únicas pesquisadoras do Impa destacam a importância da igualdade de gênero na disciplina

E se estivermos variolizados?

O uso disseminado de máscaras pode expor a população a quantidades minúsculas de Sars-CoV-2 e aumentar a proporção de casos assintomáticos de Covid-19?

Do Islã ao PCC

Como um jovem condenado por terrorismo depois de trocar mensagens na internet sobre atentados foi recrutado pela facção criminosa mais poderosa do país

No rastro das onças-pintadas

Expedição pelo Pantanal acompanha animais como forma de medir preservação do ambiente enquanto se prepara para entrar na zona de queimadas

Mais textos
2

Desenhando esquinas

Andrés Sandoval explica o processo por trás das ilustrações que adornam a piauí desde a primeira edição.

4

90

5

R$ 0,46 no tanque dos outros

Agora, caminhoneiros grevistas usam WhatsApp para defender queda da gasolina, de Temer e da democracia

8

Sardanapalo

Babilônios cabotinos contracenarão com garbosas falanges assírias?