=igualdades

Propriedades do governo federal, governo do estado e prefeitura somam o equivalente a 110 estádios do Morumbi

Amanda Gorziza, Daniel T. Ferreira e Renata Buono
03mar2021_09h23

As propriedades do governo federal, do governo do estado e da prefeitura somam, incluindo múltiplos andares, 12.469.580 m² –  2,3% do total da área construída da capital paulista. Isso equivale a 110 estádios do Morumbi. Além dos imóveis da administração direta, também foram somadas as áreas da USP, do metrô, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), da Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp), da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (EMAE) e dos Correios.

No total, São Paulo tem 537 km² de área construída. As propriedades do governo federal, do governo do estado e da prefeitura têm área construída semelhante à dos bancos privados da cidade. Itaú, Bradesco, Santander, BTG e Safra somam 12.202.685 m², ou seja, 2,2% da área de São Paulo, segundo dados do IPTU da cidade.

Fonte: Dados do IPTU da cidade de São Paulo, compilados pelo Pindograma



Amanda Gorziza (siga @amandalcgorziza no Twitter)

Estagiária de jornalismo na piauí

Daniel T. Ferreira (siga @pindograma no Twitter)

É editor-chefe do Pindograma, site de jornalismo de dados, e estudante de História na Universidade de Stanford.

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Leia também

Últimas

“Queremos testar medicamento contra Covid no Brasil”

Brasileiro reproduz em laboratório de universidade americana anticorpos que combatem coronavírus

Bolsonaros cumprem quarentena

Enquanto o presidente sabota medidas para frear o coronavírus no país, seus parentes se beneficiam do lockdown em Eldorado, no interior paulista

Isolamento militar

Exército contrariou negacionismo de Bolsonaro, exigiu máscara, impôs distanciamento contra a Covid - e isso custou cargo a general

Foro de Teresina #145: Com fome, com sufoco, com tudo

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Combate à corrupção exige democracia

Após extinção da Lava Jato, procuradores da força-tarefa no Rio fazem balanço, apontam erros e dizem que trabalho não acabou 

Mais textos