=igualdades

Quatro igrejas concentram mais de 20% da dívida dos religiosos

Luigi Mazza e Renata Buono
23set2020_21h25

Assim como a riqueza, as dívidas no Brasil se concentram na mão de poucos. Apenas quatro igrejas concentram, juntas, 305 milhões de reais em dívidas com a União – o equivalente a mais que um quinto da dívida de todas as igrejas e associações religiosas do país. Os devedores em questão são a Igreja Internacional da Graça de Deus (145,3 milhões de reais a pagar), a Igreja Mundial do Poder de Deus (90,5 milhões), a Igreja Apostólica Renascer em Cristo (33,4 milhões) e a Associação Vitória em Cristo (35,7 milhões de reais).

A dívida total das igrejas com a União é de ao menos 1,3 bilhão de reais, segundo os dados da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional. É uma dívida formada sobretudo por tributos não pagos à Previdência – em geral, contribuições ao INSS que as igrejas deixaram de recolher. Mas também entram para essa conta impostos devidos à Receita Federal, multas criminais e valores não pagos ao Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Com isso, a dívida das igrejas chega a ser quase o triplo do que devem todos os clubes de futebol de São Paulo e Rio de Janeiro. Juntos, mais de cem times acumulam uma dívida de 491 milhões de reais com a União. O maior devedor nesses dois estados é o Corinthians, cuja dívida beira atualmente os 150 milhões de reais.

Fonte: Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional.

Luigi Mazza (siga @LuigiMazzza no Twitter)

Repórter da piauí

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

Leia também

Últimas

O mantra do negacionismo namastê

Praticantes de um estilo de vida supostamente saudável recorrem à desinformação e recusam a vacina

A única semelhança

Cientista de dados negro, preso por engano no Rio depois de reconhecimento por foto, narra os dias no cárcere e a dificuldade para ser solto

Nos erros de reconhecimento facial, um “caso isolado” atrás do outro

Presos por engano, cientista de dados, mototaxista e motorista têm algo mais em comum: são negros

Foro de Teresina #169: O vírus mal-disfarçado do bolsonarismo

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Na crise climática, Congresso tira o corpo fora

Metade dos parlamentares se diz muito preocupada com o meio ambiente no Brasil, mas só 7% acham que seus colegas têm o mesmo interesse; maioria atribui a crise ao governo

Mais textos