Igualdades

Renda para poucos, imposto para todos

Luigi Mazza e Renata Buono
29jul2019_08h02

No Brasil, a declaração do Imposto de Renda existe para apenas 29 milhões de pessoas, ou 14% da população. Sobre os demais brasileiros, recaem principalmente os tributos sobre o consumo – que abarcam quase toda a população e, diferentemente das taxas sobre renda, cobram a mesma porcentagem de dinheiro dos pobres e dos ricos. Estes, por sua vez, deveriam arcar com a maior fatia dos impostos de renda, mas recebem tratamento especial do Leão: no clube dos 4% mais ricos, metade dos rendimentos não são taxados. O =igualdades desta semana é sobre a carga tributária no Brasil.

A carga tributária no Brasil é de 32,3% do PIB nacional – fatia maior do que na Turquia (25,5%) e no Chile (20,4%), países com PIB per capita similar ao brasileiro. No entanto, tomando como base a arrecadação per capita, os três países têm a mesma carga tributária anual: US$ 2,8 mil por habitante.

Os impostos sobre renda e lucros representam 19,2% da carga tributária do Brasil. Já os impostos sobre consumo de bens e serviços respondem por 48,4% dessa carga. Ou seja, para cada R$ 1 arrecadado com impostos de renda, R$ 2,50 são arrecadados com impostos sobre bens e serviços, pagos igualmente por todos.

No ano passado, 29,1 milhões de pessoas declararam Imposto de Renda no Brasil. Desse total, os 4% mais ricos (1,1 milhão de pessoas) declararam rendimentos de R$ 1 trilhão à Receita Federal – o equivalente a um terço de tudo o que foi declarado. Os 96% restantes declararam os outros dois terços.

A cada R$ 5 declarados pelo grupo dos 4% mais ricos, R$ 2,50 foram isentos de tributação. Já entre os demais contribuintes, de cada R$ 5 declarados, apenas R$ 1 foi isento.

O Distrito Federal é a unidade da federação onde os declarantes de Imposto de Renda têm a maior renda tributável per capita: R$ 95 mil por ano. Isso equivale a 1,6 vezes a renda tributável per capita do estado de São Paulo (R$ 59 mil).

A renda tributável per capita dos funcionários públicos no Brasil (R$ 89 mil) é 2,5 vezes maior que a dos donos de empresas (R$ 33,8 mil).

A indústria de transformação é o setor da economia brasileira que mais recolhe impostos no Brasil. Em 2018, arrecadou R$ 258 bilhões. Isso é o dobro do que foi arrecadado com impostos no comércio (R$ 126,5 bilhões).

Fontes: Receita Federal; Banco Mundial; Instituição Fiscal Independente (IFI); Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Luigi Mazza (siga @LuigiMazzza no Twitter)

Repórter da piauí e produtor da rádio piauí

Renata Buono (siga @revistapiaui no Twitter)

Renata Buono é designer e diretora do estúdio BuonoDisegno

leia mais

Últimas Mais Lidas

Maria vai com as outras #1: Poder

A prefeita Márcia Lucena e a delegada Cristiana Bento contam como exercem o poder em profissões quase sempre ocupadas por homens

Foro de Teresina especial: aguarde

O programa, que contou com a participação da jornalista Maria Cristina Fernandes, foi gravado ao vivo durante o evento que reuniu os melhores podcasters do país

Entre gargalhadas, cotidiano e estratégia: os podcasts de humor

Linguagem politicamente incorreta e medo da repetição estão entre as preocupações dos realizadores 

Em podcasts jornalísticos, muito planejamento e pouco improviso

Produção diversificada e roteiro bem construído ajudam a resumir informação e análise

Um podcast pra chamar de seu: os temas de cada tribo

Futebol, feminismo e história motivam conteúdos produzidos para grupos específicos; para realizadores, nem todo patrocínio é bom

Podcast, um novo modelo de negócio

Mesa de abertura da segunda edição do evento discutiu estratégias de financiamento 

Acompanhe a transmissão ao vivo da segunda Maratona Piauí CBN de Podcast

Encontro está sendo transmitido em áudio e em vídeo nos sites e redes sociais da piauí e da CBN

Sem saúde nem plano

Por que os planos de saúde privados se tornam inviáveis a partir dos 60 anos e como algumas operadoras conseguem cobrar menos

Foro de Teresina #64: A fritura de Moro, a expulsão de Frota e o acordo de Itaipu

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Mais textos
1

A vovó fashion

Uma influencer e seus looks ousados

2

A imprevidência chilena

Elogiado por Bolsonaro e Guedes, regime de capitalização implantado no Chile tem aposentadoria média inferior ao salário mínimo

3

Acordo de WhatsApp para manter Frota no PSL não resiste a canetada de Bolsonaro

Bancada selou em grupo de aplicativo permanência do deputado, que acabou expulso depois de criticar Eduardo; outros parlamentares devem ser enquadrados

4

Sem saúde nem plano

Por que os planos de saúde privados se tornam inviáveis a partir dos 60 anos e como algumas operadoras conseguem cobrar menos

5

Foro de Teresina #64: A fritura de Moro, a expulsão de Frota e o acordo de Itaipu

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

6

O pit bull do papai

Os tormentos e as brigas de Carlos Bolsonaro, o filho mais próximo do presidente

7

Um novo epílogo para Eike Batista

Investigação que levou empresário de volta à cadeia mostra como ele enganou investidores e manipulou preço das ações

8

Operação zangão

O combate ao furto de abelhas no interior de Minas Gerais

9

Por que João Gilberto é João Gilberto

Diretor artístico da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo comenta, ao violão, legado do inventor da bossa nova; veja os vídeos