Tucanos se reúnem hoje para decidir de que lado de cima do muro ficam

12jun2017_18h36

TUCANISTÃO – A semana será decisiva tanto para Michel Temer quanto para o PSDB. Na noite desta segunda feira, a Executiva Nacional do partido se reúne para decidir se fica na gestão peemedebista ou se sai dela. Os grão-tucanos, mais velhos, temem que, caso deixe de apoiar o governo, a sigla colocará em risco as reformas trabalhista, da previdência e da cela que receberá Aécio Neves. Já os mais novos defendem uma saída ágil seguida de um embarque rumo a Angra dos Reis. Temem que permanecer na base possa dar a impressão de que gostam de trabalhar.

Um senador do PSDB afirmou ao piauí Herald, em off, que o maior dos entraves a um rompimento é a “ganância pantagruélica de Aloysio Nunes por milhagem. Ele quer porque quer chegar à categoria Black Diamond”. Questionado se os voos oficiais não seriam feitos em aeronaves do governo, o senador se enervou e garantiu saber do que está falando. “Fui o último chanceler antes dele.”

Por ora, a dúvida que mais aflige a militância tucana, reunida no shopping Pátio Higienópolis para acompanhar a reunião da Executiva por vídeo, é se o partido ficará em cima do muro na área climatizada ou na externa. “Saber isso é fundamental para escolher o que vestir”, afirmou Eliane Cantanhêde, uma das militantes mais animadas.