URGENTE: Hospitalizado, Temer libera R$ 12 bi para desobstruir bexiga

25out2017_15h16

LIMPAS FOSSA VELOZ – Após passar mal, Michel Temer foi levado às pressas na manhã desta quarta-feira para um hospital militar da capital. Segundo fontes hidráulicas, o presidente recusa-se a hidratar-se desde que o pároco do Palácio do Planalto, associado à Teologia da libertação, benzeu o reservatório de água que abastece a residência presidencial.

Ao chegar ao centro cirúrgico, Temer solicitou, balbuciante, que Rocha Loures lhe trouxesse uma mala com garrafas de água com gás, já que ‘o gás carbônico mata o Espírito Santo’. Pediu também que seu secretário de governo, Antonio Imbassahy, ‘libere tudo que dá pra libera com R$ 12 bi, até um agrado pro programa de renda mínima universal do Suplicy’. Orientou também que Cesare Battisti fosse liberado, justificando não querer ‘arrumar confusão com o Vaticano’.

Até o momento segue obstruída a bexiga do presidente da República, embora, por ordens suas, cerca de R$ 24 bilhões já tenham sido desobstruídos para desinfeccionar a má vontade da Câmara.