Ancine cria renúncia de dízimo para financiar cinema evangélico

26jan2016_14h46

TERRA PROMETIDA – Entusiasmado com o milagre da multiplicação de ingressos antecipados para o filme Os Dez Mandamentos, Manoel Rangel, presidente da Ancine, anunciou novas formas de financiar o cinema brasileiro. “O pastor que aplicar 10% de todo o dízimo arrecadado durante o ano em filmes brasileiros, garantirá seu pedacinho de Terra por toda a eternidade em GodWood”, explicou, enquanto benzia Wagner Moura.

Diversos pastores louvaram a iniciativa. Marco Feliciano comprou os direitos para produzir uma versão evangélica de O Segredo de Brokeback Mountain, Silas Malafaia abriu uma produtora gospel e Eduardo Cunha se matriculou no curso de Fátima Toledo. “Contratei Claudio Assis para filmar uma cinebiografia visceral de Roberto Marinho”, revelou Edir Macedo, em primeira mão.

Animada com a repercussão de sua empreitada cinematográfica, a Rede Record anunciou a criação de uma sessão de descarrego para espectadores que desviaram suas almas vendo comédias da Globo Filmes. “Tire o Leandro Hassum desse corpo!”, ordenou Sérgio Von Helde, enquanto chutava uma imagem de Ingrid Guimarães.

Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.