URGENTE: Vaza propaganda com pedido de desculpas de Bolsonaro

30jul2018_16h26
A peça publicitária de Bolsonaro ainda não foi veiculada, mas deve dividir o “Prêmio Elsinho Mouco de Publicidade” com a de Neymar
A peça publicitária de Bolsonaro ainda não foi veiculada, mas deve dividir o “Prêmio Elsinho Mouco de Publicidade” com a de Neymar

W/BRASIL AME-O OU DEIXE-O – O mundo da publicidade virou de ponta-cabeça, caiu no chão e pediu falta ao descobrir que o candidato Jair Bolsonaro gravou um comercial, com um pedido de desculpas, que deve ser veiculado após sua participação no Roda-Viva desta noite. Este piauí Herald conseguiu uma prévia do texto da campanha, que foi batizada de “Um homem de bem novo todo dia”:

Trava de chuteira na panturrilha, joelhada na coluna, pisão no pé, choque na genitália. Você pode achar que eu exagero na exaltação da tortura. E às vezes eu exagero mesmo. Mas você não imagina o que eu passo dentro da democracia. Quando eu falo que prefiro um filho morto a um filho gay, ou que a Ditadura devia ter matado mais, é porque eu ainda não aprendi a dialogar. Quando eu pareço mal criado, não é porque eu sou um moleque mimado, mas porque ainda não aprendi a dar golpe militar.

Dentro de mim ainda existe um menino. Às vezes ele quer armar o mundo. Às vezes ele quer prender todo mundo. E minha luta é para manter esse menino vivo. Mas dentro de mim, e não dentro da Câmara. Você pode achar que eu falei demais. Mas a verdade é que eu não falei. Eu desmoronei pela boca. E pode acreditar, isso dói muito mais que qualquer pisão em tornozelo de comunista no DOI-CODI.

Eu demorei pra aceitar suas críticas. Eu demorei a me olhar no espelho e me transformar em um novo homem (de bem). Mas hoje eu estou aqui, de cara limpa, de peito aberto e colete a prova de balas. Eu caí. Mas só quem cai pode se levantar. Você pode continuar jogando pedra. Ou pode jogar essas pedras fora e trocar por uma Kalashnikov. Porque quando eu fico de pé, parça, o Brasil inteiro afunda comigo.