maratona piauí cbn de podcast

A história e os bastidores do Foro de Teresina

Apresentadores relembram início do programa, que completa um ano esta semana

11maio2019_20h00

O encerramento da Maratona Piauí CBN de Podcast ficou por conta do “Foro do Foro” – uma conversa sobre o surgimento, os bastidores e os planos para o futuro do Foro de Teresina, podcast de política da revista piauí, que completa um ano esta semana. A mesa teve a participação dos três apresentadores do programa – o diretor de redação da revista, Fernando de Barros e Silva, o editor do site, José Roberto de Toledo, e a repórter especial Malu Gaspar – além da diretora, Paula Scarpin. A mediação foi de Rodrigo Alves, do podcast Vida de Jornalista.

O trio do Foro falou sobre os desafios de gravar o programa sem que nenhum dos apresentadores tivesse experiência prévia no rádio. “Tive que aprender a organizar o discurso, e continuamos aprendendo”, contou Malu Gaspar. “Ainda acontece de eu voltar para casa insatisfeita porque esqueci de falar alguma coisa no estúdio.”

Para Fernando de Barros e Silva, o programa se sustenta em “um pouco de improviso e muita lição de casa”. O processo da lição de casa foi explicado pela diretora Paula Scarpin. “Quando pensamos em criar o Foro, a ideia era que o diferencial do programa fosse muita pré-produção e pós-produção. Depois de gravarmos, já na edição, enxugamos o suficiente para que fique só o filé.”

Os apresentadores destacaram a importância do momento “Correio elegante”, quando o programa leva ao ar mensagens deixadas por ouvintes nas redes sociais ou enviadas por e-mail. Um dos acertos do programa, que provoca grande empatia com o público, é o “momento Kinder Ovo”, quando a produção seleciona um áudio surpresa para que os apresentadores comentem e tentem adivinhar de quem se trata.

O Foro completa um ano esta semana, com o 51º episódio. Não estão descartadas novas edições ao vivo, como a que foi feita durante o Festival Piauí Globonews, em dezembro do ano passado. “É uma demanda do público ter contato com o programa. Esse é um caminho inevitável, que outros podcasts já estão seguindo”, afirmou Toledo.

Leia Também

Últimas Mais Lidas

Conteúdo patrocinado e anunciantes estão entre os principais modelos de financiamento

Diretor da CBN diz que programas em áudio são caminho para formar novos ouvintes

Interação com o público ajuda a ganhar e manter audiência

Fidelidade de ouvintes pode se transformar em financiamento coletivo e ajudar a manter podcasts

Os desafios e a rotina de contar histórias em podcast

Roteiro capaz de amarrar narrativas é segredo para um bom programa; dificuldade de financiamento é cotidiana

As 1.400 vidas da obituarista Margalit Fox e outras histórias: veja como foi o 2º dia do evento

Encontro internacional reuniu jornalistas em São Paulo neste fim de semana

Mais textos
1

O carteiro de Lula

Desconhecido até prisão de ex-presidente, auxiliar assume tarefa de entregar quase tudo que petista vê e lê

2

A redenção dos cinco

Um filme sobre os rapazes presos por um estupro que não cometeram

3

O pranto dos livros

Texto de 17 de janeiro de 1997, extraído de um dos quase cem cadernos deixados pelo autor de Formação da Literatura Brasileira

4

O pit bull do papai

Os tormentos e as brigas de Carlos Bolsonaro, o filho mais próximo do presidente

7

Dois meses de dor e chicungunha no Rio

Casos de 2019 são mais que o dobro do total registrado em 2018; prefeitura fala em “suscetibilidade” dos cariocas ao vírus

8

Fiador da Previdência, Maia se lança, chora e aprova reforma

Presidente da Câmara faz discurso de candidato, omite Bolsonaro e diz que vitória é do Centrão

9

Juízes expulsos receberam R$ 137 milhões em aposentadorias

Valor pago a 58 magistrados punidos com aposentadoria compulsória desde 2009 pelo CNJ daria para sustentar 1.562 aposentados do INSS