rádio piauí

Maria vai com as outras #1: Mulheres na chefia

Patrícia Queiroz, gerente de um megacondomínio no Rio, e Eugênia Moreyra, jornalista, conversam com Branca Vianna no primeiro episódio do podcast sobre mulheres e mercado de trabalho

03jun2018_19h30
Patrícia Queiroz e Eugênia Moreyra, as convidadas do primeiro episódio, pelo traço do ilustrador Caio Borges
Patrícia Queiroz e Eugênia Moreyra, as convidadas do primeiro episódio, pelo traço do ilustrador Caio Borges

Em seu programa de estreia, o Maria vai com as outras mergulha na realidade das mulheres que ocupam posições de chefia no mercado de trabalho. Ainda que em profissões completamente distintas e de diferentes alcances, os cargos de autoridade costumam ter os mesmos requisitos quando ocupados por uma mulher: além dos atributos da profissão, é preciso combater estereótipos machistas, que variam de “megera” a “mal-amada”, e não sucumbir a uma rotina de assédios.

A apresentadora Branca Vianna conversou com duas mulheres habituadas a exercer posições de liderança: a gerente predial Patrícia Queiroz, de 30 anos, e a jornalista e ex-diretora geral da GloboNews Eugênia Moreyra, de 66 anos.

Bloco 1

Administrar prédios pode ser comparado a tocar uma prefeitura. É uma analogia precisa no caso de Patrícia: ela é responsável por administrar a vida conjunta de mais de 2 mil pessoas que habitam os 440 apartamentos de um megacondomínio no Rio de Janeiro. Apesar da relevância do cargo, ela recebia 30% a menos que colegas homens em posições semelhantes. Patrícia conta que, ainda hoje, lida com assédios de subordinados – das 70 pessoas chefiadas por ela, apenas cinco são mulheres – e trabalha para contradizer estereótipos de gênero.



Bloco 2

Até se aposentar no fim de 2017, a jornalista Eugênia Moreyra foi diretora-geral da GloboNews, onde chefiava mais de 300 pessoas. Dos tempos de repórter até assumir a cadeira da chefia, ela teve que lidar com diferenças salariais e casos de assédio moral. Ela diz que, além das barreiras evidentes do machismo, as mulheres enfrentam construções sociais a que são habituadas desde o berço.

O Maria vai com as outras vai ao ar quinzenalmente às segundas-feiras pela manhã. Você também pode ouvir o podcast em outras plataformas:

 Spotify: clique aqui.
 iTunes: clique aqui.
SoundCloud: clique aqui.
 YouTube: clique aqui.
 Resultado de imagem para stitcher icone Stitcher: clique aqui.
Resultado de imagem para rss Feed: é possível acompanhar o Maria vai com as outras por outros agregadores. O RSS direto do podcast é http://mariavaicomasoutras.libsyn.com/rss

Está tendo dificuldades para ouvir o podcast nos tocadores? Confira o nosso guia.

Ficha técnica:

Apresentação: Branca Vianna
Produção: Paula Scarpin
Edição: Filipe Di Castro
Finalização e mixagem: João Jabace
Identidade visual: Cecilia Marra, Caio Borges e Paula Cardoso
Distribuição: Kellen Moraes e Luigi Mazza
Gravado no estúdio da Rádio Batuta, no Instituto Moreira Salles

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

A Terra é redonda: Depois da pandemia

Especialistas discutem como ficam a saúde mental, a luta contra o racismo, a vigilância e...

Foro de Teresina #107: As guerras surdas de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

A Terra é redonda: Enigma submarino

Poluição, aquecimento global e pesca exagerada ameaçam riquezas oceânicas que mal conhecemos

Foro de Teresina #106: O presidente acuado

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #105: Espremendo Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

A Terra é redonda: Falsa epidemia

O consumo de drogas durante a quarentena no Brasil e as maneiras como o governo...

Foro de Teresina #104: As maquiagens de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #103: As ameaças contra Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

A Terra é redonda: Desnorteados

Hospitais saturados, indígenas ameaçados, desmatamento em alta: como a pandemia está afetando os povos e...

Mais textos
1

A morte e a morte

Jair Bolsonaro entre o gozo e o tédio

2

Polícia na porta, celular na privada

A prisão do juiz investigado sob suspeita de vender sentença por 6,9  milhões de reais – e que jogou dois telefones no vaso sanitário quando a PF chegou para buscá-lo

3

Mourão defende manter Pujol no comando do Exército

Vice afirma que general deve permanecer à frente da tropa até o fim do mandato de Bolsonaro, mas admite que não apita nas nomeações do presidente

4

Contra a besta-fera

A luta dos cientistas brasileiros para combater o vírus é dura – vai de propaganda enganosa a ameaça de morte

5

Um idiota perigoso incomoda muita gente

Memórias e reflexões sobre o tempo em que voltamos a empilhar cadáveres por causa de um vírus

6

Na terra dos sem SUS

Nos Estados Unidos, mães de jovens negros mortos pela polícia enfrentam a epidemia, o desemprego e o racismo

8

Tudo acaba em barro

Um coveiro em Manaus conta seu cotidiano durante a pandemia

9

A solidão de rambo

Suspeitas de corrupção e conluio com as milícias desmontam Wilson Witzel

10

PCC veste branco

Traficante da facção usou 38 clínicas médicas e odontológicas para lavar dinheiro, comprar insumos para o tráfico e socorrer “irmãos” baleados