rádio piauí

Maria vai com as outras #3: Mulheres no esporte

Cynthia Martins, jornalista esportiva, e Isadora Cerullo, jogadora da seleção brasileira de rugby, falam do combate a estereótipos da mulher no mundo esportivo

01jul2018_18h24
Cynthia Martins e Isadora Cerullo, convidadas do terceiro episódio, pelo traço do ilustrador Caio Borges
Cynthia Martins e Isadora Cerullo, convidadas do terceiro episódio, pelo traço do ilustrador Caio Borges

Enquanto as seleções masculinas de futebol se enfrentam na Copa do Mundo da Rússia, o Maria vai com as outras discute as histórias de sucesso e o tabu enfrentado pelas mulheres que trabalham com esporte no Brasil. Num universo notadamente masculino, elas desafiam estereótipos de feminilidade, enfrentam assédio de torcedores, preconceito de colegas, e se esforçam para provar sua autoridade ao falar de futebol, rugby, tênis, vôlei, fórmula 1 e tudo o mais que inflama multidões e piras olímpicas.

Branca Vianna conversou com duas especialistas no assunto: a repórter esportiva Cynthia Martins, e a jogadora da Seleção Brasileira de rugby Isadora Cerullo.

Bloco 1

Aos 33 anos, a jornalista Cynthia Martins tem consolidado sua carreira na cobertura esportiva. Depois de quatro anos no canal a cabo SporTV, hoje ela é uma das apresentadoras do canal de notícias BandNews, além de participar semanalmente de uma mesa-redonda sobre futebol majoritariamente feminina. Ela falou sobre o assédio nos estádios e nas redes sociais, e sobre os desafios da desigualdade de gênero que, na televisão, tem características próprias. Enquanto os repórteres homens tornam-se mais respeitados com o passar dos anos, as mulheres, conforme envelhecem, tendem a ser gradativamente afastadas das câmeras.

Cynthia falou sobre a experiência de sua colega e amiga Livia Laranjeira, que teve a sua competência questionada na cobertura da tragédia que envolveu a delegação da Chapecoense, em dezembro de 2016, e declarou seu apoio à campanha #DeixaElaTrabalhar, que pede o fim do assédio contra repórteres.

Bloco 2

Jogando pela Seleção Brasileira de rugby, Isadora Cerullo – mais conhecida como Izzy –, de 27 anos, participou das Olimpíadas de 2016 e conquistou medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos de 2015. Ela conta que sua carreira foi marcada pelo enfrentamento de estereótipos de gênero. O rugby, marcado pelo uso da força física, entra em colisão com a imagem de delicadeza comumente associada às mulheres. Ela, que se considera feminista, estimula colegas a desafiar os rótulos impostos às mulheres esportistas.

Em 2016, Izzy foi pedida em casamento por sua namorada, Marjorie Enya, durante cerimônia de entrega de medalhas nas Olimpíadas do Rio. Aqui você confere o vídeo desse momento.

Maria vai com as outras vai ao ar quinzenalmente às segundas-feiras pela manhã. Você também pode ouvir o podcast em outras plataformas:

 Spotify: clique aqui.
 iTunes: clique aqui.
SoundCloud: clique aqui.
 YouTube: clique aqui.
 Resultado de imagem para stitcher icone Stitcher: clique aqui.
Resultado de imagem para rss Feed: é possível acompanhar o Maria vai com as outras por outros agregadores. O RSS direto do podcast é http://mariavaicomasoutras.libsyn.com/rss

Está tendo dificuldades para ouvir o podcast nos tocadores? Confira o nosso guia.

Ficha técnica:

Apresentação: Branca Vianna
Produção: Paula Scarpin
Edição: Filipe Di Castro
Finalização e mixagem: João Jabace
Identidade visual: Cecilia Marra, Caio Borges e Paula Cardoso
Distribuição: Kellen Moraes e Luigi Mazza
Gravado no estúdio da Rádio Batuta, no Instituto Moreira Salles

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

A Terra é redonda: Coroa de espinhos

Especialistas discutem quem é o inimigo que está prendendo bilhões em casa e como vamos...

Foro de Teresina #94: A subnotificação do vírus, Bolsonaro acuado e a economia desgovernada

O podcast de política da piauí comenta os principais fatos da semana...

Maria vai com as outras #4: Profissionais do Cristianismo

Uma pastora Batista e uma freira Agostiniana contam sobre rotina, compromissos, sustento e planejamento...

Foro de Teresina #93: O Brasil de quarentena, o isolamento de Bolsonaro e a economia à deriva

O podcast de política da piauí comenta os principais fatos da semana

A Terra é redonda: O fim da picada

O que a mortandade de abelhas tem a ver com a liberação recorde de agrotóxicos?

Foro de Teresina #92: A escalada mortal do vírus, antidepressivo para a economia e o governo mascarado

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Maria Vai Com as Outras #3: O procedimento

No terceiro episódio desta temporada, três mulheres contam como e quando decidiram fazer um aborto

Foro de Teresina #91: A pandemia, a crise econômica e as ameaças de Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

A Terra é redonda: O mundo dá voltas

Os terraplanistas estão se aproximando do poder: chegou a hora de falar deles

Foro de Teresina #90: O golpismo de Bolsonaro, a polícia política e a Super Terça americana

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Mais textos
2

E se ele for louco?

Suspeitar da sanidade mental de Bolsonaro não permite encurtar caminho para afastá-lo; saída legal é o impeachment

5

Resultado de teste de covid-19, só um mês depois do enterro

Se Brasil repetir padrão chinês, hospitalizações por síndromes respiratórias graves apontam para 80 mil casos no país

6

Não tenho resposta para tudo

A vida de uma médica entre seis hospitais e três filhos durante a pandemia

7

Direito à despedida

As táticas de médicos e famílias para driblar a solidão de pacientes de covid-19 nas UTIs

8

Separados pelo coronavírus

Ao falar contra isolamento, Bolsonaro surpreende até Bannon, favorável à quarentena total; no Brasil, cúpula do Congresso teme autoritarismo e evita confronto direto

9

Onze bilhões de reais e um barril de lágrimas

Luis Stuhlberger, o zero à esquerda que achava que nunca seria alguém, construiu o maior fundo multimercado fora dos Estados Unidos e, no meio da crise, deu mais uma tacada

10

A capa que não foi

De novo, a piauí muda a primeira página aos 45 do segundo tempo