questões virtuais

A vida por um tuíte

Como uma frase infeliz pode destruir uma pessoa

Jon Ronson
Depois de disparar um tuíte considerado racista, Justine Sacco embarcou num voo de onze horas de Nova York para a Cidade do Cabo. Quando chegou, descobriu que estava sendo criticada em milhares de mensagens na rede social. Um usuário do Twitter foi fotografá-la no desembarque. Seu empregador, antes de demiti-la, criticou-a em outro tuíte
Depois de disparar um tuíte considerado racista, Justine Sacco embarcou num voo de onze horas de Nova York para a Cidade do Cabo. Quando chegou, descobriu que estava sendo criticada em milhares de mensagens na rede social. Um usuário do Twitter foi fotografá-la no desembarque. Seu empregador, antes de demiti-la, criticou-a em outro tuíte ILUSTRAÇÃO: JIM COOKE

Justine Sacco, de 30 anos, diretora sênior de comunicações corporativas na IAC/InterActiveCorp, foi visitar a família na África do Sul, em 2013, nas festas de fim de ano. Durante a longa viagem – o avião saía de Nova York –, começou a enviar tuítes com comentários ferinos. Um deles falava de um de seus companheiros no voo: “‘Alemão Bizarro: Primeira Classe. Ano: 2014. Por que não usar desodorante?’ Monólogo interior aspirando cê-cê. Bendita indústria farmacêutica.”

Houve uma escala em Londres: “Muito frio – sanduíches de pepino – dentes horríveis. De volta a Londres!” E no dia 20 de dezembro, antes do trecho final de sua viagem até a Cidade do Cabo: “Partindo para a África. Espero não pegar Aids. Brincadeirinha. Sou branca!”

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Jon Ronson

Jon Ronsion é radialista, escritor e documentarista, é autor do best-seller Os Homens que Encaravam Cabras, da Record.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Um bicheiro no centro do poder

A rede de assassinatos, amizades e dinheiro que cerca Jamil Name no Mato Grosso do Sul

Seis conclusões sobre o modelo do mundo sem a Amazônia 

O preço que o Brasil e o mundo pagarão caso a floresta continue a ser derrubada para dar lugar à pecuária

O mundo sem a Amazônia

Modelo climático prevê efeitos da conversão da floresta em pasto: diminuição de 25% das chuvas no Brasil e aumento da temperatura, com prejuízo "catastrófico" para agricultura e produção de energia

Foro de Teresina #73: Autofagia no governo, crise na oposição e o óleo nas praias do Nordeste

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Domingo – um dia especial

Filme paga preço alto ao ser lançado agora, quando expectativa de “nova era” se mostrou ilusória

O novo Posto Ipiranga

Ex-capitão do Exército transformado em ministro da Infraestrutura cresce no Twitter e na agenda positiva do governo Bolsonaro 

Brasil mais longe da Europa

“Efeito Bolsonaro” afasta turistas europeus e prejudica negócios

Maria Vai Com as Outras #5: Crime e castigo contra a mulher

Uma socióloga e uma defensora pública falam dos efeitos que a violência tem na vida profissional das mulheres

Mitificação de Eduardo, demonização da esquerda

Em evento bolsonarista, filho do presidente e ministros apresentam rivais como mal radical, em sintoma da deterioração democrática no país

Mais textos
1

Brasil mais longe da Europa

“Efeito Bolsonaro” afasta turistas europeus e prejudica negócios

2

Fala grossa e salto fino

As façanhas de Joice Hasselmann, do rádio ao Congresso

3

Mitificação de Eduardo, demonização da esquerda

Em evento bolsonarista, filho do presidente e ministros apresentam rivais como mal radical, em sintoma da deterioração democrática no país

5

O novo Posto Ipiranga

Ex-capitão do Exército transformado em ministro da Infraestrutura cresce no Twitter e na agenda positiva do governo Bolsonaro 

7

Entre a cruz e a motosserra

Na Amazônia profunda, missionária católica enfrenta a falta de padres, os pastores evangélicos e o desmatamento, enquanto papa faz Sínodo sobre a região

8

Moro em queda livre

Ministro e seu pacote anticrime perdem espaço no governo, no TCU e no Twitter

9

Letra preta

Os negros na imprensa brasileira

10

A volta do concurso literário mensal da piauí

Além da frase “Eduardo, meu filho, esse hambúrguer é orgânico?” o texto de outubro deve ter o seguinte ingrediente improvável: 'Oswaldo Montenegro'