questões raciais

#charlottesville

Como minha cidade natal se tornou o foco da disputa política nos Estados Unidos

Flora Thomson-DeVeaux
A Suprema Corte americana proibiu a segregação escolar de brancos e negros em 1954. Na tentativa de barrar a integração, a Câmara estadual da Virgínia autorizou, em 1958, que colégios fossem fechados; as aulas tiveram que ser improvisadas
A Suprema Corte americana proibiu a segregação escolar de brancos e negros em 1954. Na tentativa de barrar a integração, a Câmara estadual da Virgínia autorizou, em 1958, que colégios fossem fechados; as aulas tiveram que ser improvisadas FOTO: ED CLARK_1958_THE LIFE PICTURE COLLECTION_GETTY IMAGES

  English version

Passei a manhã do dia 12 de agosto numa cerimônia de quase três horas numa sinagoga de Chicago. Aquela era apenas uma das etapas da comemoração do casamento de minha irmã mais velha, Amelia, recém-convertida ao judaísmo. Crescemos numa família de orientação religiosa que podia ser descrita como agnóstica, e que flertava com uma ideologia hippie tardia. Talvez por isso, era ao mesmo tempo encantador e desconfortável vê-la ali, cantando em hebraico, carregando a Torá e sendo celebrada pelas mulheres de uma comunidade que eu mal conhecia.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Flora Thomson-DeVeaux

É escritora, tradutora, brasilianista e diretora de pesquisa na Rádio Novelo