vultos da literatura

A hora e a vez de Chimamanda

A escritora nigeriana que alcançou fama mundial

Larissa MacFarquhar
Chimamanda Ngozi Adichie teve uma criação católica e quando criança amava a Igreja. Adorava ir à missa, fascinada por aquele teatro todo. Seu desejo, aliás, era um dia se tornar padre
Chimamanda Ngozi Adichie teve uma criação católica e quando criança amava a Igreja. Adorava ir à missa, fascinada por aquele teatro todo. Seu desejo, aliás, era um dia se tornar padre FOTO: BEN PIER

“É preciso recuar no tempo, até 2005. Trabalho como médico e estou em Warri, uma cidade grande no estado nigeriano de Delta, discutindo com minha mãe. ‘Você empacou’, ela me diz. ‘Estudou medicina, mas não está indo muito longe. Poderia ter progredido!’ Eu me sentia bem na condição de médico de uma cidadezinha do interior, um lugar sossegado, porém na Nigéria isso é falta de ambição. Daí a bronca da minha mãe. Ela pegou uma revista e me mostrou a foto de uma jovem com contas nos cabelos: ‘Veja esta garota. Ela escreveu um livro de horticultura, um livro sobre flores. Você poderia fazer algo assim.’ Na verdade, ela pouco se importava com o que eu fazia. Só queria que eu fizesse mais. ‘Escreva um livro! Não fique aí sentado, distribuindo Tylenol.’ E eu respondi: ‘Está bem.’ Então comprei um computador e comecei a escrever.”

Eghosa Imasuen tinha 28 anos. Morava perto dos pais, numa pequena cidade vizinha, a cerca de 400 quilômetros de Lagos. Lia bastante, em geral romances policiais e ficção científica que comprava em sebos por 1 dólar ou menos. “Literatura, para mim, eram aqueles livros adotados na escola, ou seja, Chinua Achebe: O Mundo se Despedaça, A Flecha de Deus, O Mundo se Despedaça, A Flecha de Deus, O Mundo se Despedaça, A Flecha de Deus. Tentei ler Ben Okri,[1] não consegui passar da página 10. Eram livros que logo estariam a cinquenta anos de distância, ambientados num passado remoto. Não me diziam nada.”

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Larissa MacFarquhar

Larissa MacFarquhar é jornalista da revista The New Yorker.

Leia também

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #40: O BBB de Bebianno, a Previdência de Bolsonaro e o bunker de Paulo Preto

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

No Portal da Eternidade – Van Gogh e a rejeição

Com fotografia exuberante, filme sobre o pintor tem a incompreensão como tema central

Ao infinito e além

Oficiais da Aeronáutica como o ministro Marcos Pontes, aposentado aos 43 anos, vivem anos mais do que a média dos homens brasileiros, segundo pesquisa inédita da UFMG

Foro de Teresina #39: A fritura de Bebianno, a matança no Rio e os inimigos na Amazônia

Podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Guerra Fria – tragédia da paixão impossível

Indicado ao Oscar, filme polonês se distingue ao narrar história simples de modo inovador

Quatro tons de amarelo

Coletes-amarelos franceses racham entre ultradireita, defensores de “democracia direta”, candidatos a deputados e um novo partido de oposição

Arqueólogos redescobrem relíquias do Museu Nacional

Quantidade e qualidade das peças resgatadas surpreendem pesquisadores; a piauí foi o primeiro veículo brasileiro a entrar no palácio após o incêndio

Maria vai com as outras #2: Peso

Duas professoras falam sobre como perder ou ganhar muitos quilos afetou suas vidas dentro e fora do trabalho

Abaixo da ilha das Cobras, um tesouro biológico

Cientistas descobrem no litoral paulista o recife de corais mais ao sul do oceano Atlântico

Um engenheiro, um policial e duas tragédias

Delegado que investigou Mariana reencontra em Brumadinho gerente de minas envolvido nos dois desastres

Mais textos