questões da pós-verdade

O romance autobiográfico

Que livro eu levaria para uma ilha deserta?

Alejandro Zambra
Kalӑmido Crastnh me pergunta sobre o futuro da literatura latino-americana e sobre o futuro da literatura, ponto. E sobre o futuro, ponto
Kalӑmido Crastnh me pergunta sobre o futuro da literatura latino-americana e sobre o futuro da literatura, ponto. E sobre o futuro, ponto IMAGEM: MYERS_GETTY IMAGES

Tradução de Miguel del Castillo

Quem viaja a meu lado é Kalămido Crastnh. Nós nos conhecemos ontem à noite, num jantar com uns poetas que se definiam como detetives selvagens, embora de selvagens mesmo não tivessem quase nada, só estavam interessados em investigar como não pagar a conta.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Alejandro Zambra

Escritor, poeta e ensaísta chileno. Publicou o romance Múltipla Escolha, pela Tusquets

Leia também

Últimas

A linha cruzada de Max

Como um empurrão de Flávio Bolsonaro ajudou a minúscula telecom do dono da Precisa Medicamentos – e por que a Xis está no jogo bilionário do 5G

Cinemateca Brasileira em chamas – II

Foi preciso um fogaréu para comover quem ignorou o abandono da instituição

Garras olímpicas

Mais presentes nos pódios brasileiros do que em edições passadas, unhas decoradas também são parte da história dos jogos

A noite mais fria, na capital mais fria

As histórias de quem vive nas ruas geladas de Curitiba  - e por que muitos ainda recusam acolhimento nos abrigos públicos

Mais textos