minha conta a revista fazer logout faça seu login assinaturas a revista
piauí jogos

    CRÉDITO: CACO GALHARDO_2023

diário do geraldo

Repasse o Lula da sorte para treze pessoas

Esqueci que tinha trocado o café por ayahuasca e tomei duas xícaras

| Edição 207, Dezembro 2023

A+ A- A

1º DE NOVEMBRO­_Ando me sentindo a última Coca-Cola do deserto. Não é pra menos. Por um lado, abraçar o comunismo me fez entrar em harmonia com minha criança interior. Por outro, estou cada vez mais convencido de que sou o pragmatismo que a esquerda precisava.

Até gravei um áudio pro João Doria: Quando talvez precisar de mim/Cê sabe que a casa é sempre sua, venha sim/Olhos nos olhos, quero ver o que você diz/Quero ver como suporta me ver tão feliz. Eu sou mesmo de lascar.

 

2 DE NOVEMBRO_Ciente de meu dever cívico de impulsionar o cinema brasileiro, fui assistir a Mussum – o filmis no dia do lançamento. Levei minha “equipis” “todis” e tivemos uma série de epifanias intergeracionais. Mussum, além de palíndromo, é o Big Bang que gerou a linguagem “neutris”.

 

4 DE NOVEMBRO_Depois que a gente começa a fazer o L, tudo conspira a nosso favor. Parabéns para o Fluminense, campeão da Libertadores.

 

5 DE NOVEMBRO_Meu processo disruptivo de provocar um desrecalque coletivo na moçada vem funcionando. Estou ciente de que promovi uma substituição nas redes sociais. Saiu o gabinete do ódio. Entrou o gabinete do pândego. A turma da repartição agora é só ousadia e alegria nas postagens. É calça de veludo ou bunda de fora. Próximo passo: troquei o café por ayahuasca.

 

6 DE NOVEMBRO_Minha companheira Libelu lançou hoje oficialmente o Projeto Padaria Artesanal em Brasília. Como sou um azougue, não contive um galanteio: mandei um áudio pra ela, com entonação de Humphrey Bogart, perguntando se a padaria seria em minha homenagem. Já que todos sabem que sou um pão. Ela respondeu: kkkrying. Não entendi.

Já não sei quem faz mais besteiras. Se é a zaga do Botafogo ou o Elon Musk. O Eike Batista estrangeiro deixou o Twitter tão atraente quanto o telemarketing.

 

7 DE NOVEMBRO_Um dia especial. Neste 7 de novembro, em 1890, o Tribunal de Contas da União do Brasil era criado. Neste 7 de novembro, nasciam Leon Trótski, Albert Camus, Marie Curie e Luva de Pedreiro. Neste 7 de novembro, em Pindamonhangaba, Geraldo José Rodrigues Alckmin Filho veio ao mundo.

Minha equipe chuchu beleza postou uma foto minha, todo serelepe, numa tirolesa no Rancho do Topetão. Uma foto que claramente alude ao meu estilo que mistura alegria e equilíbrio fiscal.

 

8 DE NOVEMBRO_Só agora tive tempo de pesquisar o que é esse tal de kkkrying. Julgo ser um neologismo dos jovens que une a gargalhada às lágrimas. Pelo que entendi, significa que o emissor do meme está rindo de nervoso. Libelu tá me saindo uma millennial de primeira.

 

9 DE NOVEMBRO_Esqueci que tinha trocado o café por ayahuasca e tomei duas xícaras. Foi um fim de tarde, digamos, palpitante. Fixei o olhar nos mosaicos psicodélicos que ornavam a minha meia esquerda. Uma chama violeta logo me transportou para uma caverna com vários ornitorrincos pendurados no teto. Pela umidade, julguei estar no almoxarifado. Em uníssono, os ornitorrincos começaram a cantar Hey Jude com a voz da Gleisi Hoffmann. Aturdido, tentei tampar os ouvidos, mas meus dedos viraram croquetes de chuchu. Foi quando lá no cantinho da caverna eu avistei minha salvação: era um serzinho simpático que parecia um duende. Um mini-humano barbudo de suspensórios e um longo chapéu vermelho em forma de cone. O bonachãozinho veio todo solerte na minha direção e disse: “Oi, eu sou o Lula da Sorte. Repasse o Lula da Sorte para treze pessoas e você terá surpresas favoráveis no IPCA.”

Ao despertar dos sonhos intranquilos, exigi que o pessoal postasse o Lula da Sorte nas minhas redes sociais. Eles prometeram pra amanhã.

 

10 DE NOVEMBRO_Sei da minha importância para a política brasileira. Mas alguns reconhecimentos fazem a gente olhar para nossa trajetória e dizer: valeu a pena. Pois é. Hoje recebi o título de Cidadão Maranhense.

 

13 DE NOVEMBRO_“Estudantes de Campinas, uni-vos.” Foi essa mensagem que mandei ao coletivo Afronte! que organizou uma histórica greve estudantil na Unicamp. Que sigam firmes em seus passos definitivos para aquilombar, transicionar e aldear a minha querida Unicamp. Evoé, jovens à vista.

Fiquei bastante emocionado com essa juventude. Ando tão à flor da pele que até tuíte do Felipe Neto me faz chorar.

 

14 DE NOVEMBRO_Recebi o pessoal da CUT no meu gabinete e percebi como é gigantesca a distância entre a cultura dos sindicatos e as ideias transicionantes da Unicamp.

Tem dias que meus compromissos soam como poesia para meus ouvidos. Levitei a 13 cm do chão quando li minha agenda para hoje de tarde: “Reunião de instalação da Comissão Interministerial de Qualificação Profissional, Emprego e Inclusão Socioeconômica do Programa de Aceleração do Crescimento.” É como se Saramago trabalhasse num cartório.

 

15 DE NOVEMBRO_Tem muita notícia ruim? Tem. Mas o governo às vezes faz coisas amplamente positivas e que passam batidas do noticiário. Imagino o acalanto que poderia gerar no coração da população brasileira ao ver o Jornal Nacional abrindo com a notícia de que hoje regulamentamos a profissão de sanitarista.

 

16 DE NOVEMBRO_Cheguei de supetão no gabinete e vi que o pessoal tinha desligado o ar-refrigerado. Estavam todos sentados em posição de lótus diante de pedras quentes que, em contato com água, preenchiam o ambiente com vapor. Não tive dúvidas: a turma disruptiva da repartição inspirou-se no Temaz­cal para evocar, ali mesmo, um ritual de purificação do corpo e do espírito. Fiquei de cueca e sentei-me com eles. Que orgulho de ter liderado essa jornada de autoconhecimento.

Em casa, no jantar, Libelu me disse que encontrou a embaixatriz da China, sra. Zhou Yongmei, e fechou uma parceria para o projeto que é o seu xodó: a Padaria Artesanal. Que orgulho de ter liderado esse mergulho da Libelu no comunismo.

 

18 DE NOVEMBRO_Libelu veio me perguntar se eu cruzei com essa tal “dama do tráfico” pelos corredores de Brasília. Confesso que não sabia quem era. Ela não engoliu minha resposta: “Gegê, você tem que saber dessas coisas! Uma simples foto com a esposa do Tio Patinhas pode arranhar sua imaculada trajetória política”, ela explicou. Não disse nada, apenas mentalizei o Lula da Sorte e agradeci.

 

17 DE NOVEMBRO_Almocei com o David Choquehuanca Céspedes, vice-presidente do Estado Plurinacional da Bolívia. Adoro conversar sobre os dilemas dos vices com quem tem lugar de fala.

 

20 DE NOVEMBRO_A Argentina caiu no conto do vigário da extrema direita com tanto atraso que já apelidei o novo presidente de Javier Delay. Ando muito preocupado com os arroubos capilares que essa direita alucinada pode provocar nas famosas madeixas argentinas. Eu, por aqui, continuo liberal nos costumes e conservador no corte de cabelo.

 

21 DE NOVEMBRO_Donald Trump, Javier Milei, Boris Johnson. Mandei uma nova mensagem para o João Doria sugerindo que ele adote um novo penteado caso queira participar da próxima eleição presidencial. Mas duvido que ele despenteie um fio sequer. Sou ou não sou mesmo do balacobaco?


Por Renato Terra