esquina

Solidão no balancê

Um teleférico olímpico às moscas

Taisa Sganzerla
ILUSTRAÇÃO: ANDRÉS SANDOVAL_2016

O relógio da estação de metrô de North Greenwich, localizada à beira do Tâmisa, no sudeste de Londres, marca sete e meia da manhã. O sol ainda não saiu e a temperatura não passa dos 2 graus centígrados, mas a cidade já despertou: rostos sonolentos fazem fila na cafeteria, corpos se apinham nas escadas, avisos ressoam nos alto-falantes. A cerca de 300 metros dali, um outro terminal não desfruta do mesmo movimento: em plena hora do rush, um teleférico que conecta as duas margens do rio está praticamente deserto.

O faxineiro equatoriano Luís Caisapasto desembaça a janela da bilheteria do teleférico, que a essa hora ainda não tem bilheteiro. O romeno Razvan Neacsu, funcionário encarregado de dar boas-vindas aos passageiros, se apoia numa parede enquanto confere o celular. Um jovem de jaqueta de náilon e jeans surrados caminha apressado e o cumprimenta antes de passar pelas catracas. É o engenheiro de incêndio Leyton Halle, de 31 anos, que trabalha na margem oposta. Ele é um dos poucos usuários rotineiros do Emirates Air Line, o teleférico londrino cujo custo mensal de manutenção é de 500 mil libras por mês – quase 3 milhões de reais.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Taisa Sganzerla

Leia também

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #113: Bolsonaro fura o teto

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Agonia da Cinemateca Brasileira

Desgoverno atual da República não nos anima a ter esperanças

Vacina, pressa e propaganda

No Brasil, governos prometem vacinação em massa contra Covid-19 para logo, mas laboratórios programam terminar fase de testes entre outubro de 2021 e novembro de 2022 

Compras que desmancham no ar

Durante a pandemia, denúncias de golpes em falsos leilões virtuais aumentam nove vezes em relação ao semestre anterior

Reciclando a estrada alheia

Redes bolsonaristas usam fotos antigas para atribuir ao governo Bolsonaro obras de outras gestões

A tropa de choque de Bolsonaro

Pesquisa inédita traça perfil de policiais que, em postagens públicas nas redes, defendem ideias como fechamento do Supremo e do Congresso

Uma floresta mais perto do fim

Audiência pública virtual para discutir o autódromo que destruirá Floresta do Camboatá volta a ser permitida pela Justiça na reta final

Foro de Teresina #112: A metamorfose de Bolsonaro

podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O Minotauro da fronteira 

Como um dos chefes do PCC deixou um rastro de mortes e corrupção no Paraguai

Mais textos
4

Deus e o Diabo estão nos detalhes

Notas sobre a importância do desimportante

6

A Terra é redonda: O mundo dá voltas

Os terraplanistas estão se aproximando do poder: chegou a hora de falar deles

7

Depois do atentado

Como a morte de Marielle Franco mudou nossas vidas

9

O bigode da modernidade ataca novamente

As peripécias manhosas do brônzeo estadista que veio do Maranhão e não largou a rapadura

10

Uma biografia improvável

O que são vírus – esses parasitas que nos deram nada menos que 8% do nosso DNA