NA REVISTA

piauí_164

Maio_2020

ou
Ver Todas

tempos da peste

Dentro do pesadelo

O governo Bolsonaro e a calamidade brasileira

Fernando de Barros e Silva

tempos da peste

Enigmas das pandemias

O que sabemos – e o que ainda é mistério – sobre a gripe espanhola, o comportamento social em catástrofes e o papel do acaso na história

Rafael Cariello

tempos da peste

Uma biografia improvável

O que são vírus – esses parasitas que nos deram nada menos que 8% do nosso DNA

Roberto Kaz

tempos da peste

O levante

Como nasceu a inédita mobilização que, em questão de dias, forçou o governo a pagar uma renda básica aos mais pobres

Alessandra Orofino

tempos da peste

Tem cloroquina?

Um balconista de farmácia conta seu dia a dia durante a pandemia

Sandro Aurélio

questões botânicas

Os subterrâneos

Uma viagem fascinante ao subsolo das florestas

Robert Macfarlane

questões midiáticas

O que move a CNN Brasil

Com dois sócios que sempre estiveram ao lado do poder, a nova emissora tenta mostrar que pode ser independente

Fabio Victor

tempos da peste

Meu pirão primeiro

O empenho dos líderes evangélicos para cobrar o dízimo em plena quarentena

Thais Bilenky

piauí herald

The BolsozApp Herald

A rede social menos aquecida do Brasil

Olegário Ribamar

tempos da peste

Isolamento à beira-mar

Como idosos lidam com a pandemia num prédio de Copacabana

Armando Antenore

tempos da peste

A peça-chave

Com tanta gente, tanta desigualdade e tanta desorientação política, o Brasil ainda tem uma vantagem na pandemia: o SUS

Mariana Socal

tempos da peste

Volta ao mundo

O efeito apocalíptico do vírus na Índia, na Nicarágua e no Equador

Arundhati Roy, Wilfredo Miranda Aburto e Arturo Torres

poesia

Balada exasperada

“O rei sem coroa/com sua língua obscena/invoca Deus e o Diabo”

Fabrício Corsaletti

esquina

Coronalive

Um vereador de Minas Gerais e sua quarentena virtual

Malu Gaspar

Respeitável internauta

Um circo se reinventa com espetáculos online

Maurício Frighetto

O sorveteiro e o prefeito

A pandemia numa cidade onde todo mundo se conhece

Luigi Mazza

Ela não volta na quinta

Uma diarista decide abandonar os cinco empregos

Tiago Coelho

A solidão de Padre Cícero

Juazeiro do Norte fecha templos e proíbe romeiros

Felipe Azevedo

A praça ficou vazia

Isolamento social no segundo menor município do país

Allan de Abreu

Um pouco de luz

A diretora paraguaia Paz Encina busca seu lugar no Brasil

Alcino Leite Neto

concurso literário

O beletrista de antanhos

O vencedor e os finalistas do mês

tempos da peste

O medo nos trilhos

Um ensaio fotográfico dentro do metrô de São Paulo

Egberto Nogueira

tempos da peste

Volta, Carlinhos

Uma farsa em sete apelos

Martha Batalha

chegada

Na companhia dos orixás

Confinamento nem sempre tem a ver com solidão

Nei Lopes

despedida

Na companhia de Maréia

O isolamento pode ser uma aventura transgressora

Miriam Alves

cartuns

Cartuns de Caco Galhardo

Caco Galhardo

colaboradores

Nadia Khuzina [Capa] é artista russa.

 

Nei Lopes [Na companhia dos orixás, p. 7], compositor e escritor, é autor da trilha sonora do musical Bilac Vê Estrelas, Prêmio Shell em 2016. Publicou O Preto que Falava Iídiche pela editora Record.

 

Olegário Ribamar [The BolsozApp Herald, p. 13] é o sócio-fundador da rede social menos aquecida do Brasil. Seu ghost-writer é Roberto Kaz.

 

Fabio Victor [O que move a CNN Brasil, p. 16] é repórter da piauí.

 

Caco Galhardo [Cartuns a partir da p. 18], cartunista e roteirista, lançou a coletânea Cinco Mil Anos: E (Quase) Todas as Tiras, pela Companhia das Letras.

 

Fernando de Barros e Silva [Dentro do pesadelo, p. 26] é repórter da piauí e apresentador do Foro de Teresina. Ilustração de Nadia Khuzina.

 

Egberto Nogueira [O medo nos trilhos, p. 32], sociólogo e fotojornalista, é colaborador da piauí desde a primeira edição e fundador da Ímã Foto Galeria.

 

Rafael Cariello [Enigmas das pandemias, p. 38] é editor da piauí.

 

Roberto Kaz [Uma biografia improvável, p. 44], repórter da piauí, é autor de O Livro dos Bichos, publicado pela Companhia das Letras. Ilustração de Vito Quintans.

 

Mariana Socal [A peça-chave, p. 50], médica neurologista e doutora em saúde pública, é cientista na Universidade Johns Hopkins.

 

Alessandra Orofino [O levante, p. 54], economista formada pela Universidade Columbia com especialização em direitos humanos, é diretora executiva da ONG Nossas e diretora-geral do programa Greg News. Ilustração de Beto Nejme.

 

Thais Bilenky [Meu pirão primeiro, p. 60] é repórter da piauí.

 

Armando Antenore [Isolamento à beira-mar, p. 66] é editor da piauí. Ilustração de Fabrizio Lenci.

 

Sandro Aurélio [Tem cloroquina?, p. 70] é formado em jornalismo e trabalha em uma farmácia no Rio de Janeiro. Foto de Ricardo Borges.

 

Arundhati Roy [A pandemia é um portal, p. 74], escritora indiana, é autora de O Deus das Pequenas Coisas, da Companhia das Letras. Texto originalmente publicado no Financial Times. Tradução de Heloisa Jahn. Ilustração de Caio Borges.

 

Wilfredo Miranda Aburto [O presidente sumiu, p. 76] é jornalista nicaraguense. Tradução de Sergio Molina e Rubia Goldoni.

 

Arturo Torres [À procura dos mortos, [p. 78], jornalista equatoriano, é editor do portal jornalístico Código Vidrio e autor de El Juego del Camaleón: Los Secretos de las Farc em Ecuador, da editora Eskeletra. Tradução de Sergio Molina e Rubia Goldoni.

 

Martha Batalha [Volta, Carlinhos, p. 80] é escritora, editora e jornalista, autora dos romances A Vida Invisível de Eurídice Gusmão e Nunca Houve um Castelo, da Companhia das Letras. Ilustração de Roberto Negreiros.

 

Robert Macfarlane [Os subterrâneos, p. 82], professor e escritor, é autor de Montanhas da Mente: História de um Fascínio, da editora Objetiva. O artigo integra o livro The Underland: A Deep Time Journey, da editora Hamish Hamilton. Tradução de Caetano Galindo.

 

Fabrício Corsaletti [Balada exasperada, p. 90] é poeta e tradutor. Publicou Esquimó e Baladas pela Companhia das Letras. Ilustração de DW Ribatski.

 

Miriam Alves [Na companhia de Maréia, p. 94], poeta e escritora. Seu livro mais recente é o romance Maréia, da editora Malê. Ilustração de Ronaldo Martins.

 

Ilustrações de Quarentena por Andrés Sandoval.