questões de mídia

Projeto da piauí é um dos vencedores de desafio do Google

"Refinaria de Histórias" vai transformar reportagens em séries, filmes e documentários

11nov2019_05h01

A piauí está entre os vencedores do desafio lançado pelo Google News Initiative para projetos inovadores em jornalismo na América Latina, anunciados nesta segunda-feira.

A revista propôs um novo modelo para ajudar a financiar a elaboração das reportagens de fôlego que caracterizam a produção da piauí. A “Refinaria de Histórias” é uma parceria entre jornalistas, roteiristas e diretores para transformar o conteúdo da revista em projetos audiovisuais – sinopses e roteiros de filmes, documentários e séries a serem oferecidos para Netflix, HBO, Amazon e dezenas de outras plataformas de Video on Demand (VoD) presentes no Brasil.

A ideia premiada pelo Google News Challenge prevê a elaboração, ao longo de doze meses, de dez documentos descritivos de projetos audiovisuais baseados em reportagens da piauí. Os chamados “pitch bibles” serão elaborados em parceria com a VideoFilmes, produtora fundada pelos irmãos Walter e João Moreira Salles. João Moreira Salles é um dos criadores da piauí.

O financiamento inicial da “Refinaria de Histórias” será feito com 30% de recursos da revista e 70% do Google News Challenge. O plano, porém, é que o projeto se torne autossustentável: o dinheiro da venda de projetos audiovisuais para plataformas de VoD será reinvestido na produção de mais reportagens para as versões digital e impressa da piauí – que, por sua vez, se transformarão em novos roteiros de filmes e séries, criando assim um círculo virtuoso.

A “Refinaria de Histórias” atende à demanda crescente do mercado audiovisual pela adaptação do jornalismo narrativo e aprofundado publicado pela revista ao longo dos últimos treze anos. Além da VideoFilmes, a piauí desenvolverá parcerias com outras produtoras para a elaboração de conteúdo destinado às plataformas de VoD. Já existem projetos dessa natureza em curso.

O desafio do Google recebeu inscrições de 303 veículos da América Latina e premiou trinta projetos de dez países: Brasil (12), Argentina (6), Uruguai (1), Guatemala (1), México (2), Chile (1), El Salvador (1), Colômbia (2), Costa Rica (2) e Peru (2). As premiações somam R$ 16,5 milhões. No Brasil, além da piauí, foram selecionados projetos de AzMina, Jota, Congresso em Foco, Abraji, Aos Fatos, Jornal do Comércio, Estadão, O Globo e Grupo Bandeirantes, além de dois projetos colaborativos, um com dez e outro com cinco veículos.

Leia também

Últimas Mais Lidas

China leva churrasco brasileiro

Peste dizima rebanho suíno chinês; para suprir demanda externa, picanha bovina sobe até 33% nos supermercados do Brasil

Uísque com sopapos

Presidente da Firjan consegue aprovar mudança em regra eleitoral que lhe permite disputar nono mandato; disputa sucessória causa confusão em happy hour de empresários

Foro de Teresina #80: A tragédia em Paraisópolis, o desaforo de Trump e a cultura do desaforo

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Conversão na fé ou na marra

Diante da ameaça de facção criminosa no Acre, integrantes de grupo rival têm de optar entre aderir a invasores ou entrar para igrejas evangélicas – e gravar vídeos como prova

2020 – Esperança vã

Propósito deliberado do governo Bolsonaro é asfixiar atividade cinematográfica

Na piauí_159

A capa e os destaques da revista que começa a chegar às bancas

O sapo escaldado da democracia

Prisão de brigadistas aumenta mais um grau em ambiente de autoritarismo lento e irrestrito  

Em busca do centro perdido

Cinco partidos se reúnem em torno de Rodrigo Maia, assumem o nome de Centro e investem nas redes contra a "guerra dos extremos"

Mais textos