rádio piauí

Foro de Teresina #65: O sequestro do ônibus, o aparelhamento bolsonarista e a desigualdade brasileira

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

22ago2019_17h00
CRÉDITO: MONTAGEM EM CIMA DE FOTOS DE TOMAZ SILVA/AGÊNCIA BRASIL, JOEL SILVA/FOLHAPRESS, JADSON MARQUES/FOLHAPRESS

O Foro de Teresina analisa o uso político do sequestro de um ônibus no Rio de Janeiro, a tentativa de Jair Bolsonaro interferir nos órgãos de controle do Estado e o recorde brasileiro em desigualdade de renda.

Bloco 1: Witzel vai para as cabeças (2:35)
Ao comemorar o abate do sequestrador de um ônibus na Ponte Rio-Niterói, o governador fluminense promove uma estratégia de confronto que já provocou pelo menos 882 mortes em ações policiais desde o início do ano.

Bloco 2: O ataque de Bolsonaro aos órgãos de controle (14:23)
O presidente revoga o discurso de campanha e abre espaço para indicações políticas no Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), enquanto tenta intervir nos comandos da Polícia Federal, do Ministério Público e da Receita Federal.

Bloco 3: Um fosso cada vez mais profundo (30:25)
Novos dados mostram o aumento da desigualdade de renda por mais de quatro anos consecutivos, o que faz do país a democracia mais desigual do planeta.



>Links citados neste episódio:

O levantamento do UOL que mostra que das 881 mortes ocorridas em decorrência de ações policiais no primeiro semestre, nenhuma aconteceu em área de domínio da milícia no estado do Rio de Janeiro.

O artigo de Pedro Abramovay, diretor para a América Latina da Open Society Foundations, no site Justificando que diz que “estamos vivendo a estatização dos homicídios no Rio”.

O =Igualdades desta semana, sobre os voos de autoridades com a Força Aérea Brasileira (FAB).

O estudo da Fundação Getulio Vargas sobre o aumento da desigualdade social no Brasil.

A coluna do advogado Ronaldo Lemos na Folha de S.Paulo sobre a cidade chinesa de Shenzhen.

A reportagem de Fernando Canzian e Fernanda Mena, na Folha de S.Paulo, sobre a renda dos mais ricos e mais pobres.

*

 

O Foro de Teresina tem novos episódios sempre às quintas, a partir das 17 horas. Você encontra o podcast em tocadores como Spotify e Apple Podcasts buscando pelo nome do programa ou pode acessar a página do Foro no site da piauí. Toda quarta-feira, lançamos no YouTube o Foro Privilegiado, com os bastidores do episódio da semana.

Ficha técnica:
Apresentação: Fernando de Barros e Silva, José Roberto de Toledo e Malu Gaspar
Direção: Paula Scarpin
Edição: Luiza Silvestrini e Mari Romano
Produção: Ana Carolina Santos, Luigi Mazza e Mari Faria
Produção musical, finalização e mixagem: João Jabace
Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno
Técnico de som: Danny Dee
Identidade visual: João Brizzi
Ilustração: Paula Cardoso
Distribuição: Ana Carolina Santos, Julia Sena, Luigi Mazza e Yasmin Santos
Coordenação digital: Kellen Moraes
Gravado no estúdio Rastro
Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #134: Sem vacina, sem Trump, sem nada

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #133: Pouca vacina, muita lambança

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Sem sintoma, com Covid-19

Estudo descobre que os 29% de casos sem nenhum sintoma de Covid-19 têm a mesma...

Foro de Teresina #132: Presidente mimimi

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

E a vacina, quando vem?

Fernando Reinach explica por que demora um ano e meio para testar uma vacina (como...

Foro de Teresina #131: Para que essa ansiedade?

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Máscara reduz seu risco e o do outro

Usar máscaras cirúrgicas reduz à metade perigo de contaminação; se o contaminado usar, probabilidade fica...

Foro de Teresina #130: À deriva, sem vacina

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #129: O Brasil na rabeira

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Dose errada é a certa?

AstraZeneca diz que dose menor de sua vacina contra o Sars-CoV-2 aumentou, sem querer, eficácia...

Mais textos
1

Natasha

Presente raro: a experiência metafísica e visionária de uma donzela russa, num conto que permaneceu guardado na Biblioteca do Congresso americano até o início deste ano, 31 anos após a morte do autor

2

Pontes e perdas – carta do leitor

O engenheiro civil Ubirajara Ferreira da Silva, “autor do projeto básico da ponte Forte-Redinha”, em Natal, escreve dizendo-se surpreso com os comentários feitos no post publicado semana passada. Transcrevo a seguir a carta recebida, na qual o missivista explica as razões técnicas que levaram a ponte a ser construída na foz do rio Potenji, e reconhece a ocorrência indicada de “retenções de trânsito que afligem a população, sobretudo nas horas de pico”:

3

Planos de candidatos para alfabetizar adultos são vagos

País não cumpre meta acertada com a Unesco e analfabetos são 11,5 milhões – e 4,4% dos 147 milhões de eleitores

4

“Snowden foi um herói de nosso tempo”

A pedido de piauí, o historiador Perry Anderson – autor do artigo A pátria americana, publicado nesta edição de outubro – enviou os seguintes comentários a respeito das recentes revelações sobre a espionagem cibernética dos Estados Unidos.

“O fato de nenhum país ocidental ter ousado dar asilo a Snowden diz muito sobre a realidade da Pax Americana”

5

Sinfonia para os sem-orquestra

Uma Heróica sob medida para instrumentistas espalhados pelo mundo inteiro

9

Lula se oferece para suceder Mandela

COSTA DO SAUÍPE – Profundamente abatido com o falecimento de Nelson Mandela, Lula convocou a imprensa para anunciar que está preparado para preencher a lacuna deixada pelo líder sul-africano. "O companheiro Mandela fez muita coisa boa, disso ninguém duvida. Não lhe coube, contudo, vencer a inflação, estabilizar a economia, transpor as águas do São Francisco, criar o Bolsa Família, lutar contra a pobreza, tourear a mídia burguesa, estabelecer cotas nas universidades, descobrir o Pré-Sal e difundir o Luz Para Todos”, disse. “Diante disto, ponho-me à disposição da Humanidade para sucedê-lo", concluiu, já posando para a estátua.

10

Ricardo Aronovich & Eduardo Coutinho

A foto de Eduardo Coutinho publicada na piauí 82, deste mês, foi feita por Ricardo Aronovich, o que explica a qualidade excepcional do registro.

Não tendo sido possível identificar a autoria a tempo, porém, a revista saiu sem o devido crédito, e só hoje, graças à suspeita levantada pelo próprio Coutinho ao ver a foto impressa, chegou a confirmação por e-mail do Aronovich de que a foto é mesmo dele.