Maluf desiste de apoiar seleção da Suíça

02jul2014_14h44

BERNA – Depois de desistir de apoiar o petista Alexandre Padilha na eleição ao governo de São Paulo, o deputado Paulo Maluf reservou nova surpresa a seus eleitores: "Anuncio que desde ontem eu não torço mais pela seleção Suíça", anunciou.

Em seguida, seu assessor Adilson Laranjeira distribuiu um comunicado oficial: "Paulo Maluf não torceu, não torce nem nunca torcerá para a Suíça", leu em tom solene.

A notícia repercutiu no mundo todo. A Bolsa de Zurique despencou, como não acontecia desde o crash de 2008.

Na Granja Comary, o anúncio foi recebido com grande comoção. Felipão reuniu seus subordinados no centro do campo e organizou um choro coletivo: em círculo e de mãos dadas, caíram todos juntos num só berreiro durante três minutos. "Recuperamos o Maluf, amém!", comemorou Parreira. Em retribuição, Maluf prometeu dar um Fusca Zero Km para cada atleta se o Brasil superar a Colômbia. 

Leia a cobertura completa sobre a Copa do Mundo pelo piauí Herald

The Tourist Herald, um guia de viagem padrão Fifa, apresenta as cidades-sede para os turistas 

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.