Computador de hacker fundiu após baixar conversas de Carluxo

26jul2019_19h47
“Foi um problema de firewall”, explicou o especialista em segurança digital Altieres Rohr
“Foi um problema de firewall”, explicou o especialista em segurança digital Altieres Rohr FOTO: MARCUS LEONI/FOLHAPRESS

BUG DO MILÊNIO – Investigações da Polícial Federal indicam que as autoridades já estiveram próximas dos hackers cerca de um mês atrás, quando o Corpo de Bombeiros foi chamado para apagar um incêndio em Araraquara sem imaginar que a residência abrigava os dados sigilosos obtidos pelo hacker Ararahacker.

Segundo informações da PF, o fato ocorreu quando o grupo de hackers teve acesso às conversas do internauta Zero Dois, Carlos Bolsonaro. Os próprios criminosos contaram que seus laptops começaram a agir de maneira estranha após fazer o download das mensagens entre Carlos e Olavo de Carvalho, Ernesto Araújo, Steve Bannon, um grupo de terraplanistas, e uma associação de pessoas de extrema direita adoradoras de cães da raça shitzu.

“Não entendemos ao certo se estávamos lendo só trechos de mensagens ou se aquele era o conteúdo completo. Era escrito de uma forma estranha que no começo achamos ser criptografia. Mas depois entramos no Twitter dele e vimos que ele escreve assim mesmo”, afirmou um dos detidos. Questionado sobre as informações, Carlos Bolsonaro respondeu via redes sociais: “Números binários são linhas retas para pensamentos tortos? Os que querem me intimidar jogando luzes sobre estrelas que brilham mais que mil sóis. Quem sois? Não pode! Meu Deus, até quando? Não sei”.

Após a publicação da mensagem foram reportados mais de 300 incêndios em computadores pelo país.

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.