Após exclusão em redes sociais, Bolsonaro se refugia no Orkut

31mar2020_15h39
Questionado sobre a possível volta a meios analógicos, Carlos Bolsonaro respondeu via chat do MSN: “Mas quem somos nós nesse infinito estrelar binário, que na atual situação significa apenas ego? Brasil!”
Questionado sobre a possível volta a meios analógicos, Carlos Bolsonaro respondeu via chat do MSN: “Mas quem somos nós nesse infinito estrelar binário, que na atual situação significa apenas ego? Brasil!”

INTERNET BANDA PODRE – Depois de ter seus posts derrubados pelo Twitter, Instagram, Facebook, LinkedIn, Snapchat, Pinterest, Tumblr, Flickr, Foursquare, MySpace, ICQ, Mirc, Tinder, Badoo e pelo chat do UOL, o presidente Jair Bolsonaro (também conhecido pela arroba @coronamito) anunciou a criação de um perfil oficial no Orkut.

“Eu sempre falei que o brasileiro toma banho de esgoto e não acontece nada, tá ok? Então eu decidi ir também pra essa rede social aí que o pessoal chama de esgoto do Facebook”, explicou Bolsonaro, que já se juntou às comunidades “Eu odeio passar Covid cedo”, “Em amo chocolate Kopenhagen da loja do Flávio”, “Anão vestido de palhaço mata 8 vagabundos já que agora pode andar armado” e a famosa “Não fui eu, foi meu Eu genístico”, da qual também fazem parte o ministro Paulo Guedes e o ex-secretário de Cultura Roberto Alvim.

Fontes ligadas ao Planalto indicam que o gabinete do ódio já tem um plano alternativo caso o presidente seja banido de mais essa rede social. Foram adquiridos, em compra sem licitação, 38 telégrafos, 25 mimeógrafos, 17 pombos-correio e 8 milhões de folhas de papel de carta com a temática “Hello Kitty Patriótica”.

Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.