Quarentena: influencer Jair Bolsonaro ensina o brasileiro a fazer o próprio pão que o diabo amassou

19maio2020_15h53
“Isso aí é mais uma prova de que Deus não é brasileiro”, disse Deus, antes de pedir asilo na Argentina por causa do coronavírus
“Isso aí é mais uma prova de que Deus não é brasileiro”, disse Deus, antes de pedir asilo na Argentina por causa do coronavírus

INFERNO DE DANTE MANTOVANI – A quarentena tem colocado o brasileiro em situações não imaginadas. A disponibilidade de tempo fez com que muitas pessoas passassem a cultivar suas próprias hortas, tricotar suas próprias camisas de força, ou até mesmo interagir com seus próprios familiares. Uma atividade, porém, tem se destacado nas redes sociais: a fermentação de pães que o diabo amassou, que, à diferença do auxílio-emergencial, vem tendo largo apoio do governo federal.

“Você pega farinha de trigo, salga com as declarações da Regina Duarte e deixa fermentar com o óleo que já fritou dois ministros da Saúde”, explica o blogueirinho Jair Bolsonaro, que tem dado ótimas dicas de culinária vegana/miliciana. “Aí quando a mistura estiver pronta, você amassa bastante, como quem esmaga a Polícia Federal ou o Ministério da Educação, e por fim pinga uma gotinha de cloroquina que é pra dar aquele sabor doce de fake news que a gente adora. E pronto: você tem o próprio pão que o diabo amassou.”

A iniciativa foi criticada pelo CEO da rede Satanás Bakery, que teme perder mercado com a popularização da sua receita. “Isso daí afeta meu trabalho de venda, mas já estou conversando diretamente com o Roberto Jefferson e com o pessoal do Centrão, que são velhos amigos, para darem um jeito. Vai ficar tudo mal”, explicou o Sete Peles.

Arquivo
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.