carta de buenos aires

Estupor e tremores

A eleição presidencial e a vertigem econômica na Argentina

Josefina Licitra
O dólar subiu e baixou, o risco-país subiu e baixou, acendemos velas para que a próxima parcela do empréstimo do FMI seja liberada
O dólar subiu e baixou, o risco-país subiu e baixou, acendemos velas para que a próxima parcela do empréstimo do FMI seja liberada CREDITO: ROBERTO NEGREIROS_2019

Tradução de Sérgio Molina e Rubia Goldoni

Na segunda semana de agosto, sonhei com o dólar por três noites seguidas. Não me lembro de maiores detalhes além do principal: o dólar sempre disparava e eu sentia meu corpo em queda livre. A sensação de vertigem fazia com que eu despertasse, lançando-me no segundo pesadelo do dia: na vida real – ou, melhor dizendo, na vida que acontece na vigília –, tudo continuava a transcorrer como nos sonhos. Assim como num avião em pane, todos na Argentina estávamos perdendo o rumo, sem no entanto podermos contar com a grande vantagem dos acidentes fatais: a instantaneidade. Nos arreben-távamos aos poucos.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Josefina Licitra

Josefina Licitra, jornalista argentina, é autora de El Agua Mala: Crónica de Epecuén y las Casas Hundidas, da editora Aguilar

Leia também

Relacionadas Últimas

A oposição subterrânea na Argentina

É de dentro do metrô de Buenos Aires que vem a mais nova onda contra o presidente candidato à reeleição

Liberalismo latino-americano sob pressão

Derrota de Macri na Argentina e impopularidade de Piñera no Chile apontam para mais dificuldades de Bolsonaro com países vizinhos

“Por 25 reais, fico na fila e marco o exame que precisar”

Para driblar a fome na pandemia, faxineira baiana passa a noite diante de central de regulação e agenda procedimentos 

Polícias do Rio precisam de intervenção federal

Para especialistas, chacina no Jacarezinho mostra que, nas forças policiais fluminenses, comportamento disfuncional virou característica institucional

Mata primeiro, investiga depois

Presença da Polícia Civil fluminense em operações com morte é mais que o dobro do que em outros estados

No consultório do doutor Google, um país sufocado pela Covid

Brasil é um dos cinco países do mundo que mais buscam por “falta de ar”; nunca os brasileiros pesquisaram tanto sobre ansiedade

Mais textos