anais da gatunagem

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

Allan de Abreu
Depois de fugir da Espanha, do Panamá e do Brasil com documentos falsos, Alexandre Nogueira viveu em sete países. “Eu procuro lugares que não estão tão conectados com o mundo.”
Depois de fugir da Espanha, do Panamá e do Brasil com documentos falsos, Alexandre Nogueira viveu em sete países. “Eu procuro lugares que não estão tão conectados com o mundo.” CREDITO: JORGE FERNANDEZ_CORTESIA DE LA PRENSA_REUTERS

Mais de mil convidados circulavam pelo salão de festas de Mar-a-Lago, resort luxuoso do bilionário Donald Trump em Palm Beach, na Flórida. Aquela noite de meados de janeiro de 2008 marcava o lançamento do projeto Trump Ocean Club, edifício de setenta andares em forma de vela náutica que seria construído na Cidade do Panamá, com hotel, apartamentos residenciais, salas comerciais e um cassino.

Entre os convidados, havia um brasileiro de 33 anos, loiro de olhos verdes, nariz proeminente e maçãs do rosto marcadas pela acne da juventude: Alexandre Henrique Ventura Nogueira. Coube ao sócio de Nogueira, o empresário panamenho Roger Khafif, apresentá-lo a Trump durante a festa. “Esse é o nosso vendedor-estrela no Panamá”, disse. “Parabéns, continue assim”, respondeu o futuro presidente dos Estados Unidos, com um sorriso mecânico e um aperto de mão protocolar. Em seguida, os três posaram para fotos.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Allan de Abreu

Repórter da piauí, é autor dos livros O Delator e Cocaína: a Rota Caipira, ambos publicados pela editora Record

Leia também

Últimas Mais Lidas

Trégua negociada atrás das grades

Documento do sistema penitenciário mostra como chefes do tráfico presos em Rondônia disputam à distância o controle da Rocinha

Bolsonaro, Marielle e a tempestade no Twitter

Entre os voos para Brasília e a presença do então deputado na Câmara, tempo apertado afasta hipótese de que Bolsonaro estivesse no Rio para receber acusado de matar vereadora  

Ruptura de bolsonaristas com PSL ganhou asas no Twitter

Disputa por controle do partido impulsionou menções a Eduardo e Joice na rede

Scorsese pede para se explicar

Quem sonha em fazer filmes enfrenta situação brutal, afirma cineasta

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina

Projeto da piauí é um dos vencedores de desafio do Google

"Refinaria de Histórias" vai transformar reportagens em séries, filmes e documentários

Maria Vai Com as Outras #6 – parte II: Trans – Gênero, corpo e trabalho

A advogada Márcia Rocha fala sobre a inserção de pessoas trans no mercado de trabalho formal

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

Os donos do Supremo

Professora da FGV critica poder absoluto da presidência da Corte sobre pauta de votação: “Pode levar todo o tribunal para o buraco”

Mais textos
1

Começo para uma história sem fim

Como uma foto, um porteiro e um livro de registros complicaram ainda mais a investigação do caso Marielle

2

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

4

PT e aliados preparam campanha Lula-2022

Solto, ex-presidente vai percorrer o país e comandar oposição a Bolsonaro

6

Os donos do Supremo

Professora da FGV critica poder absoluto da presidência da Corte sobre pauta de votação: “Pode levar todo o tribunal para o buraco”

7

Foro de Teresina #76: O mistério da casa 58, o golpismo bolsonarista e o pacote de Paulo Guedes

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

8

A vida dos outros e a minha

Memórias de uma estudante brasileira fichada pela Stasi

9

Na piauí_158

A capa e os destaques da revista que começa a chegar às bancas

10

Silêncio na “República de Curitiba”

Com Lula solto, acampamentos de militantes se desfazem, e capital paranaense volta à rotina