anais da gatunagem

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

Allan de Abreu
Depois de fugir da Espanha, do Panamá e do Brasil com documentos falsos, Alexandre Nogueira viveu em sete países. “Eu procuro lugares que não estão tão conectados com o mundo.”
Depois de fugir da Espanha, do Panamá e do Brasil com documentos falsos, Alexandre Nogueira viveu em sete países. “Eu procuro lugares que não estão tão conectados com o mundo.” CREDITO: JORGE FERNANDEZ_CORTESIA DE LA PRENSA_REUTERS

Mais de mil convidados circulavam pelo salão de festas de Mar-a-Lago, resort luxuoso do bilionário Donald Trump em Palm Beach, na Flórida. Aquela noite de meados de janeiro de 2008 marcava o lançamento do projeto Trump Ocean Club, edifício de setenta andares em forma de vela náutica que seria construído na Cidade do Panamá, com hotel, apartamentos residenciais, salas comerciais e um cassino.

Entre os convidados, havia um brasileiro de 33 anos, loiro de olhos verdes, nariz proeminente e maçãs do rosto marcadas pela acne da juventude: Alexandre Henrique Ventura Nogueira. Coube ao sócio de Nogueira, o empresário panamenho Roger Khafif, apresentá-lo a Trump durante a festa. “Esse é o nosso vendedor-estrela no Panamá”, disse. “Parabéns, continue assim”, respondeu o futuro presidente dos Estados Unidos, com um sorriso mecânico e um aperto de mão protocolar. Em seguida, os três posaram para fotos.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES

Allan de Abreu

Repórter da piauí, é autor dos livros O Delator e Cocaína: a Rota Caipira, ambos publicados pela editora Record

Leia também

Últimas Mais Lidas

Feira livre de Covid

Cientistas rastreiam transmissão em cidade turística alagoana e ajudam a criar protocolos sanitários para manter atividades econômicas

Praia dos Ossos: penúltimo episódio já está disponível

Série em podcast produzida pela Rádio Novelo chega à fase final

Voando no meio do fogo

Piloto no Pantanal há 46 anos diz que as queimadas deste ano foram as piores que já viu na região

Os 26% de infectados e a vacinação

Enquete sorológica descobriu que 1 em cada 4 paulistanos já têm anticorpos contra o Sars-CoV-2. Entenda por que isso afeta a campanha de vacinação

A ciência da propaganda

Em meio à polêmica da vacinação em massa contra a Covid-19, ministro astronauta alardeia vantagens de vermífugo ainda sem eficácia comprovada diante da doença

Foro de Teresina ao vivo nas eleições 2020

O podcast de política da piauí será transmitido ao vivo no primeiro e no segundo turno

Mais textos
3

Do Einstein para o SUS: a rota letal da covid-19

Epidemia se espalha para a periferia de São Paulo justamente quando paulistanos começam a abandonar isolamento social

5

A metástase

O assassinato de Marielle Franco e o avanço das milícias no Rio

8

Histórias da Rússia

Uma viagem pelo país da revolução bolchevique, cem anos depois

10

Os subterrâneos

Uma viagem fascinante ao subsolo das florestas