anais da gatunagem

O estelionatário

O brasileiro que enganou um mafioso italiano, políticos panamenhos e Donald Trump

Allan de Abreu
Depois de fugir da Espanha, do Panamá e do Brasil com documentos falsos, Alexandre Nogueira viveu em sete países. “Eu procuro lugares que não estão tão conectados com o mundo.”
Depois de fugir da Espanha, do Panamá e do Brasil com documentos falsos, Alexandre Nogueira viveu em sete países. “Eu procuro lugares que não estão tão conectados com o mundo.” CREDITO: JORGE FERNANDEZ_CORTESIA DE LA PRENSA_REUTERS

Mais de mil convidados circulavam pelo salão de festas de Mar-a-Lago, resort luxuoso do bilionário Donald Trump em Palm Beach, na Flórida. Aquela noite de meados de janeiro de 2008 marcava o lançamento do projeto Trump Ocean Club, edifício de setenta andares em forma de vela náutica que seria construído na Cidade do Panamá, com hotel, apartamentos residenciais, salas comerciais e um cassino.

Entre os convidados, havia um brasileiro de 33 anos, loiro de olhos verdes, nariz proeminente e maçãs do rosto marcadas pela acne da juventude: Alexandre Henrique Ventura Nogueira. Coube ao sócio de Nogueira, o empresário panamenho Roger Khafif, apresentá-lo a Trump durante a festa. “Esse é o nosso vendedor-estrela no Panamá”, disse. “Parabéns, continue assim”, respondeu o futuro presidente dos Estados Unidos, com um sorriso mecânico e um aperto de mão protocolar. Em seguida, os três posaram para fotos.

MATÉRIA FECHADA PARA ASSINANTES
Para acessar, assine a piauí

Allan de Abreu

Repórter da piauí, é autor dos livros O Delator e Cocaína: a Rota Caipira, ambos publicados pela editora Record

Leia também

Últimas Mais Lidas

Foro de Teresina #85: A política de Moro, os negócios de Wajngarten e o nazismo na Cultura

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Os ‘facilitadores’ que ajudaram a família Santos a acumular fortuna

De empresários a contadores, passando por consultores e advogados, a rede de relações que a mulher mais rica da África construiu para proteger seu império

Como o dinheiro desviado de Angola veio parar na Paraíba 

Inquérito da PF obtido pela Pública acusa político próximo do ex-presidente angolano José  Eduardo dos Santos e sua filha Isabel dos Santos de lavar dinheiro de corrupção no Nordeste

Uma Mulher Alta – título banal, belo filme

Inspirado em livro de jornalista vencedora do Nobel, filme aborda traumas de duas ex-combatentes

O império de Isabel

Como a filha do ex-presidente de Angola aproveitou o poder político do pai para, com empresas de fachada e informações privilegiadas, se tornar a mulher mais rica da África

Prejuízo em cacho

Petrobras enterra centenas de milhões de reais em projeto de  biocombustível a partir do dendê – que não produziu nem um litro de óleo

Foro de Teresina #84: Ascensão evangélica, Democracia em Vertigem e a Aliança pelo Brasil

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

O Paraíso Deve Ser Aqui – o que sobrará da mediocridade imposta?

Humor lacônico de cineasta palestino faz refletir sobre como estado policial estende seus tentáculos pelo mundo

Mais textos
1

Prejuízo em cacho

Petrobras enterra centenas de milhões de reais em projeto de  biocombustível a partir do dendê – que não produziu nem um litro de óleo

2

O império de Isabel

Como a filha do ex-presidente de Angola aproveitou o poder político do pai para, com empresas de fachada e informações privilegiadas, se tornar a mulher mais rica da África

6

O radical

Como Roberto Alvim faz teatro

7

Como o dinheiro desviado de Angola veio parar na Paraíba 

Inquérito da PF obtido pela Pública acusa político próximo do ex-presidente angolano José  Eduardo dos Santos e sua filha Isabel dos Santos de lavar dinheiro de corrupção no Nordeste

8

Foro de Teresina #84: Ascensão evangélica, Democracia em Vertigem e a Aliança pelo Brasil

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

9

História de uma amizade

Como Emílio Odebrecht conheceu Lula e o que aconteceu depois