maratona piauí cbn de podcast

Quatro em cada dez internautas já ouviram podcast no Brasil

Pesquisa inédita do Ibope foi divulgada neste sábado na Maratona Piauí CBN de Podcast

11maio2019_15h01

No Brasil, dos cerca de 120 milhões de internautas, 40% já ouviram podcast – são 50 milhões de pessoas que já escutaram algum programa de áudio pela internet. Os dados integram pesquisa inédita realizada pelo Ibope e divulgada neste sábado, 11, na Maratona Piauí CBN de Podcast.

O outro lado dessa moeda é que 32% dos internautas, 38,4 milhões de pessoas,  nem sabem o que é um podcast. O Ibope entrevistou duas mil pessoas entre os dias 15 e 18 de janeiro. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Jovens, homens e integrantes  das classes A e B são os principais interessados em podcasts. Entre os homens, 45% já ouviram podcast ao menos uma vez; entre as mulheres, o índice cai para 36%. A familiaridade com esse tipo de mídia cresce em proporção inversa à idade: entre os jovens, 47% já ouviram podcast; entre os mais velhos, apenas 30%. Mulheres e pessoas com mais de 55 anos são os que menos ouvem podcasts.

“O que a pesquisa mostra é o potencial dos podcasts. E, se nos basearmos na tendência de outros países, é um grande potencial”, disse a CEO do Ibope Inteligência, Marcia Cavallari. Nos Estados Unidos, por exemplo, os podcasts são conhecidos por 70% dos internautas – ou seja, sete em cada dez pessoas. Cavallari participou de uma mesa com Greice Matos, analista de inteligência de mercado da rádio CBN. A conversa foi mediada por José Roberto de Toledo, editor do site da piauí.

O levantamento do Ibope também revela a frequência com que os entrevistados ouvem podcasts. No Brasil, um público fiel de 16 milhões de internautas – ou 19% do total – ouve podcasts três vezes ou mais por semana. Ao todo, 21,5 milhões têm o hábito de ouvir podcast ao menos uma vez a cada sete dias. Por outro lado, 43% dos entrevistados não costumam ouvir programas com regularidade.

Os ouvintes mais assíduos de podcasts, segundo a pesquisa, são jovens de 16 a 24 anos: quase metade deles (47%) escuta programas de áudio ao menos uma vez por semana, e 27% ouvem três vezes ou mais. Entre os mais velhos, por outro lado, 50% não costumam ouvir podcasts com frequência.



O Ibope também fez uma pesquisa qualitativa sobre os hábitos e preferências dos ouvintes. Os podcasts são ouvidos, em geral, enquanto o internauta faz outras atividades (da faxina de casa aos deslocamentos urbanos). A preferência dos ouvintes é por episódios curtos e objetivos.

O celular é, de longe, o equipamento mais usado pelos brasileiros para ouvir podcasts: três em cada quatro ouvintes (75%) utilizam o aparelho. Em seguida vêm o computador, com 40% das preferências, e o tablet, restrito a apenas 8% dos internautas.

A plataforma mais usada por quem ouve podcasts é o YouTube, escolhido por 42% dos entrevistados. Logo atrás vem o Spotify, acessado por 32% dos ouvintes. Juntas, as duas plataformas detêm 74% do público de podcasts no Brasil.

Mas a mesa também tratou de quem faz podcast no Brasil. Greice Matos, da CBN, divulgou uma pesquisa sobre o perfil dos produtores dos programas de áudio no país. O levantamento mostra um cenário ainda pouco profissional: 73,5% dos podcasters gravam seus programas em casa, sem qualquer ambiente especial, e 26,7% gravam em casa, mas improvisando um ambiente de estúdio. Apenas 1,5% dos produtores alugam um estúdio profissional para gravar. A pesquisa está disponível para download no site da Associação Brasileira de Podcasters (ABPod).

O estudo apresentado por Greice mostra também que a produção de podcasts ainda é muito restrita aos homens, que são 87,1% dos podcasters no Brasil. Mas, segundo a analista da CBN, esse é um cenário em transformação. “Já temos um número muito maior de mulheres participando do meio de podcasts hoje. Acredito que isso vá crescer ao longo do tempo.”

Leia também

Últimas Mais Lidas

Vacina a jato

Contra a Covid-19, empresas e OMS analisam liberar produto com 60% de eficácia, mas pesquisadores debatem riscos éticos e sanitários

A Bíblia e a bala

Nas polícias, setores evangélicos pentecostais dão sustentação às posições mais radicais do bolsonarismo

No meio do fogo, entre o atraso e o retardante

Diante do avanço das queimadas no Pantanal, governo de Mato Grosso apela a produto químico de efeitos ainda desconhecidos no meio ambiente após longo tempo de uso

Dois trilhões de suspeitas

Documentos secretos do governo americano mostram como cinco bancos multinacionais ignoraram alertas e movimentaram dois trilhões de dólares de clientes investigados por crimes de todo tipo durante anos

Um calote de R$ 158 milhões

Grupo Schahin usou empresa de fachada para ocultar fortuna em processo de falência; documentos dos FinCEN Files organizados pelo ICIJ embasaram a reportagem

Mais textos
1

R$ 0,46 no tanque dos outros

Agora, caminhoneiros grevistas usam WhatsApp para defender queda da gasolina, de Temer e da democracia

2

A vida e a morte de uma voz inconformada

Os últimos momentos de Marielle Franco, a vereadora do PSOL executada no meio da rua no Rio de Janeiro sob intervenção

4

Ray Kurzweil e o mundo que nos espera

Uma entrevista com o inventor e futurólogo americano

5

Qu4tro figuras (e mais 2)

Agora só tem o Homem de Ferro em Blu-ray, a privada virou "poltrono", a moça penteia o bigode e Stálin está no armário

6

Juízes vão ganhar auxílio-greve

“Você já viu o preço de um megafone hoje em dia? Sabe quanto custa mandar fazer faixas, camiseta, alugar carro de som?” Com essas palavras o ministro Luiz Fux justificou a aprovação do auxílio-greve para juízes federais que farão parte da mobilização que tenta barrar o fim do auxílio-moradia aos magistrados

7

Pero sin perder la broma

A revista que inferniza a monarquia espanhola se adapta aos tempos de crise

10

Chiclete com Banana adere à gourmetização e muda nome para Shitake com Macadâmia

AMARALINA - Em reformulação desde a saída do vocalista Bell Marques, o grupo Chiclete com Banana resolveu dar uma guinada radical para se adequar aos novos tempos. "Se você é diferenciado / Vem dançar ao som do berimbau goumertizado / Se Caetano estacionou o carro no Leblon / Eu brindo a vida com Paleta e Chandon", cantarolou o novo vocalista da banda, João Doria Junior.