rádio piauí

Foro de Teresina #80: A tragédia em Paraisópolis, o desaforo de Trump e a cultura do desaforo

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

05dez2019_16h55
FOTOMONTAGEM DE PAULA CARDOSO EM CIMA DE FOTO DE ALAN SANTOS/PR

O Foro de Teresina discute a ação da polícia que resultou nas mortes de nove jovens em São Paulo, os tuítes de Trump contra o Brasil e o aparelhamento bolsonarista da cultura.

Bloco 1: A PM paulista barbariza o pancadão (3:08)
Nove jovens morreram depois que a Polícia Militar de São Paulo causou pânico num baile funk na favela de Paraisópolis. O governador João Doria diz que a ação foi correta e que a repressão aos pancadões vai continuar.

Bloco 2:  Diplomacia da humilhação (19:48)
Num tuíte, Donald Trump acusa o Brasil de desvalorizar o real, diz que vai taxar o aço e o alumínio nacionais e mostra a Bolsonaro que diplomacia não tem nada a ver com amor.

Bloco 3:  A ocupação olavista na Cultura (34:42)
O presidente da República transfere a Cultura para o Ministério do Turismo, nomeando para cargos-chave seguidores de Olavo de Carvalho.



>Links citados neste episódio:

A entrevista do ex-PM Otávio Lourenço Gambra – o Rambo à CBN, em que ele fala sobre o assassinato que cometeu durante uma operação na Favela Naval, em 1997.

Os vídeos que mostram a violência dos policiais na operação em Paraisópolis.

O tuíte em que Donald Trump anunciou a retomada da taxação sobre as exportações brasileiras e argentinas de aço e alumínio.

O =igualdades que mostra a disparidade entre negros e brancos no mercado de trabalho no Brasil.

O vídeo em que Dante Mantovani, agora presidente da Funarte, fala sobre a suposta relação entre os Beatles, a Escola de Frankfurt, aborto e satanismo. E algumas das declarações do jornalista Sergio Camargo, que foi nomeado presidente da Fundação Palmares, mas teve sua nomeação suspensa pela Justiça.

O artigo do cientista político Pedro Abramovay, publicado no site da piauí, sobre o avanço gradual do autoritarismo em democracias como a brasileira.

A coluna de Thiago Amparo, publicada na Folha de S.Paulo, sobre a deterioração democrática que existe há tempos nas periferias.

A reportagem de Rafael Cariello, publicada na edição de novembro da piauí, sobre as pesquisas de Claudio Ferraz a respeito da democracia e do que influencia o voto dos brasileiros.

A coluna de Celso Rocha de Barros, publicada na Folha de S.Paulo, sobre o governo Bolsonaro e a escalada autoritária que, segundo ele, não é um risco, mas um processo que já está em curso.

*

O Foro de Teresina tem novos episódios sempre às quintas, a partir das 17 horas. Você encontra o podcast em tocadores como Spotify e Apple Podcasts buscando pelo nome do programa ou pode acessar a página do Foro no site da piauí. Toda quarta-feira, lançamos no YouTube o Foro Privilegiado, com os bastidores do episódio da semana.

>Ficha técnica:
Apresentação: Fernando de Barros e Silva, Malu Gaspar e José Roberto de Toledo
Coordenação geral: Paula Scarpin
Direção: Luigi Mazza
Edição: Mari Romano e Évelin Argenta
Produção: Mari Faria e Ana Carolina Santos
Produção musical, finalização e mixagem: João Jabace
Música tema: Wânya Sales e Beto Boreno
Identidade visual: João Brizzi
Ilustração: Paula Cardoso
Teaser (Foro Privilegiado): Julia Sena
Distribuição: Ana Carolina Santos, Julia Sena, Luigi Mazza e Yasmin Santos
Coordenação digital: Kellen Moraes
Gravado no estúdio Rastro
Para falar com a equipe: forodeteresina@revistapiaui.com.br

mais rádio piauí

Últimas Mais Lidas

Foro ao vivo no 2º turno: o que concluir das eleições

Podcast de política da piauí fez um balanço do resultado das eleições municipais; a...

Marcadores do destino

Marcadores presentes no sangue podem aumentar ou diminuir os riscos do paciente infectado pela Covid-19...

Foro de Teresina #128: As urnas, o racismo e o vírus

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Sobra eficácia, faltam vacinas

Vacinas da Moderna e da Pfizer contra Sars-CoV-2 protegem 95 em cada 100 imunizados, mas...

Foro de Teresina #127: Maré alta contra Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro ao vivo no 1º turno: veja como foi a transmissão

Programa transmitido no domingo de eleição está disponível no YouTube, na íntegra; análise sobre...

Foro de Teresina #126: Saliva e pólvora contra a vacina

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Foro de Teresina #125: As urnas contra Trump e Bolsonaro

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Podcast Praia dos Ossos chega ao último episódio

Ouça já o capítulo final da série produzida pela Rádio Novelo

Quando gente vira cobaia

Fernando Reinach explica quais são e como funcionam os controles que existem para cientistas não...

Mais textos
2

A metástase

O assassinato de Marielle Franco e o avanço das milícias no Rio

3

Na cola de quem cola

A apoteose da tecnologia e o adeus aos estudos

6

Cirurgia à peruana

Em conversa com Paula Scarpin, Bernardo Esteves fala sobre a Chegada da piauí_100

7

Ministério da Agricultura proíbe promoção de chã, patinho e lagarto

BRASÍLIA - “É um cartel!” Foi assim, com exclamação e tudo, que o ministro da Agricultura e Pecuária, Reinhold Stephanes, abriu a coletiva de imprensa para anunciar as resoluções de sua pasta para o último ano do governo Lula. Entre as principais medidas, a que causou mais impacto foi a proibição da venda de chã, patinho e lagarto por preços iguais. “Faz mais de vinte anos que escuto, nos anúncios dos mercados, que essas três carnes estão em promoção, e mais, vendidas pelo mesmo valor", disse indignado.

8

Hipótese Escorel

Após ler o post de Eduardo Escorel motivado por um debate sobre cinema brasileiro em Porto Alegre, o crítico Jean-Claude Bernardet escreveu-lhe: “Aceito tudo o que você escreve, não me sinto em contradição com você. No entanto, seu texto me deixa insatisfeito, porque eu sinto no teu texto como nos meus que estamos girando em torno de algo que não sabemos o que é, ou preferimos não saber.” 

9

Cinema político (I)

Nós – cineastas, produtores e demais integrantes da comunidade cinematográfica – temos capacidade de interagir com o público através de filmes que reflitam a gravidade da crise que o país atravessa?