The Piauí Herald The Piauí Herald

Por Roberto Kaz e Afonso Cappellaro (sob a supervisão do jornalista Olegário Ribamar)

Por causa de Indio, Serra se compromete a não morrer entre 2011 e 2015

20jul2010_22h31

DATAFOLHA, IBOPE, VOX POPULI – Enquanto Dilma terá de prometer ao país estender o Bolsa Família, melhorar o ensino médio, investir em saúde, ampliar a malha viária e criar empregos, Serra terá apenas de convencer o eleitor de que não morrerá durante o mandato. “Ficou bem mais fácil pro Serra”, disse o presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, “se conseguir convencer o eleitor de que não terá um treco sério entre 2011 e 2015, ele pode se considerar praticamente eleito.”

O DataFolha e o Vox Populi chegaram a conclusões semelhantes. Segundo os dois institutos, a estratégia eleitoral de Serra deverá ser fundamentada exclusivamente na exposição dos seus exames médicos. “Se for esperta, a campanha dele não usará o horário gratuito para falar de investimentos em segurança ou construção de aeroportos, mas para mostrar ao eleitor os lipídios e as taxas de creatinina do ex-governador, que, pelo que se diz, são muito boas”, disse Marcos Coimbra, do Vox Populi.

Em entrevista, o marqueteiro tucano, Luiz González, deu as primeiras informações sobre como será o programa de Serra na tevê. “O cenário será uma academia de ginástica. Serra aparecerá sempre de short, malhando. Cada grande tema nacional será tratado num aparelho aeróbico diferente. Serra falará de violência durante uma aula de spinning, a saúde será tratada ao longo de uma sessão de Power Yoga, a educação, durante a hidroginástica e a reforma tributária, no aparelho de steps.”

Pelo menos uma vez por semana, o ex-governador fará um exame de sangue e outro de esforço diante das câmeras, cujos resultados serão divididos com o público em tempo real. Serra abrirá e fechará o programa numa esteira.

González também informou que Indio da Costa terá uma participação importante nos programas. Aparecerá sempre em locais insalubres, para alertar o país dos perigos da malária, hanseníase, césio 137, gripe suína, catapora e vaca louca. “O programa sobre o risco de intoxicação por metais pesados ficou muito forte”, disse González, “pedimos ao Indio que nadasse um pouco numa tina cheia de mercúrio e estrôncio.” 



Arquivo
  • 2021
  • 2020
  • 2019
  • 2018
  • 2017
  • 2016
  • 2015
  • 2014
  • 2013
  • 2012
  • 2011
  • 2010
  • 2009
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.