Repatriação de fortuna de Maluf pode causar inundações de dólares

22ago2018_14h28
“Maluf é dólar na rua!” diz o slogan da nova campanha de Paulo Maluf para câmara dos deputados
“Maluf é dólar na rua!” diz o slogan da nova campanha de Paulo Maluf para câmara dos deputados

ILHAS JERSEY – A cassação do mandato do deputado Paulo Maluf fez com que o já nervoso mercado financeiro ficasse ainda mais agitado, angustiado, alvoroçado e aflito nessa quarta-feira. Analistas afirmam que a possibilidade de repatriação de milhões de dólares da fortuna de Maluf fez com que o valor da moeda americana atingisse níveis baixos em mercados de futuros, o que traria grande impacto para as exportações do país.

“É o que chamamos de ‘chuva verde’ ou ‘surra de dólares’, o que pode causar uma enchente financeira e possível transbordamento das reservas nacionais”, afirmou um economista ligado à Fundação Getulio Vargas. Paulo Maluf já se ofereceu para capitanear a construção de uma barragem financeira para evitar a possível catástrofe.

O FMI e o Banco Mundial já traçam planos para uma possível catástrofe monetária que poderia quebrar bolsas ao redor do mundo. As entidades tentam calcular o chamado “risco Maluf” que poderia levar o dólar de volta à paridade com o real. O governo brasileiro, por sua vez, pretende encomendar novas pesquisas eleitorais com Lula e Bolsonaro na liderança caso a moeda caia a níveis muito baixos: “É um instrumento muito mais simples e rápido do que mexer em taxa de juros e tantos outros componentes que, no final das contas, voltam ao mesmo lugar”, comentou um integrante do Comitê de Políticas Monetárias do governo brasileiro.