só no site

Podcasts dos 3 anos

Perdeu a comemoração dos 3 anos da piauí na PUC-Rio? Aqui você ouve os melhores momentos

O Tempo e o Lugar
O Tempo e o Lugar

No dia 5 de outubro, a piauí comemorou seu terceiro aniversário promovendo uma série de bate-papos na PUC-Rio. O auditório do AIG lotou, e o clima foi de grande descontração.

Não pode comparecer? Ouça aqui os melhores momentos de cada debate.

Na primeira parte, João Moreira Salles e Eduardo Escorel conversam sobre a crítica de cinena no Brasil. Eduardo Escorel é cineasta e ensaísta, dirigiu e publicou Adivinhadores de Água: Pensando no Cinema Brasileiro, da Cosac Naify. Clique no botão play abaixo para ouvir.

Podcast 3 anos – parte 1

 

 

Na segunda parte, João Moreira Salles e Fernando Serapião debatem a crítica arquitetônica no Brasil. Fernando Serapião é arquiteto e editor-executivo da revista Projeto e Design. Clique no botão play abaixo para ouvir.



 

Na terceira parte, o jornalista Marcos Sá Corrêa conversa com Armínio Fraga sobre a bagunça nacional. Armínio Fraga é economista e foi presidente do Banco Central durante o governo Fernando Henrique. Clique no botão play abaixo para ouvir o bate-papo.

 

Na quarta parte, o jornalista Marcos Sá Corrêa também conversa com Demétrio Magnoli sobre a bagunça nacional. Demétrio Magnoli é sociólogo e doutor em Geografia e escreve para o jornal O Estado de S. Paulo. Clique no botão play abaixo para ouvir.

 

 

Na quinta parte, João Moreira Salles, Fernanda Torres e André Laurentino conversam sobre o tema: “como equilibrar seis laranjas no ar ao mesmo tempo”. Fernanda Torres é atriz e escreveu a peça “Deus é Química”. André Laurentino é publicitário, cronista e escritor. Clique no botão play abaixo para ouvir.

Podcast 3 anos – Parte 5

Na sexta e última parte, Luiz Schwarcz, Eucanaã Ferraz e Flávio Pinheiro conversam sobre livros. Luiz Schwarcz é o editor da Companhia das Letras, Eucanaã Ferraz é poeta e professor e Flavio Pinheiro é jornalista e diretor do Instituto Moreira Salles.

Podcast 3 anos – Parte 6 (final)

Leia também

Últimas Mais Lidas

Marcadores do destino

Marcadores presentes no sangue podem aumentar ou diminuir os riscos do paciente infectado pela Covid-19 em desenvolver casos graves da doença

De puxadinho da Universal a queridinho da direita

No espaço deixado pelo PSL, Republicanos dobra número de prefeitos e se torna partido com mais vereadores eleitos em capitais

Foro de Teresina #128: As urnas, o racismo e o vírus

O podcast de política da piauí discute os principais fatos da semana

Teatro político

Ricardo Nunes, vice da chapa de Bruno Covas, faz encontro em teatro que recebeu repasse de 150 mil reais autorizado pela prefeitura de São Paulo

Confiança no SUS tem crescimento recorde na pandemia

Pesquisa inédita do Ibope mostra que, em 2020, a população passou a confiar mais em quase todas as instituições – menos no presidente e seu governo

Virada eleitoral: missão (im)possível?

Só uma em cada quatro disputas de segundo turno teve reviravolta em relação ao primeiro nas últimas seis eleições municipais

Mais textos
3

Na cola de quem cola

A apoteose da tecnologia e o adeus aos estudos

7

A Arquiduquesa da canção e do escracho

Algum jovem, bem jovem mesmo, que por ventura me leia neste momento, não há de saber quem foi “Araca, a Arquiduquesa do Encantado”, estou certa? Assim era chamada a cantora favorita de Noel Rosa e tantos outros, a super Aracy de Almeida. Mulher absolutamente singular em sua figura e trajetória.

8

Janelas para o passado

Vêm da Inglaterra iniciativas interessantes lançadas na internet esta semana que ajudam a entender melhor duas civilizações antigas. Um projeto disponibiliza na rede fragmentos de papiros egípcios da época da ocupação grega, incluindo textos de Platão, Heródoto e Epicuro, e convida os internautas para ajudar a decifrá-los. Foi inaugurada também uma biblioteca digital de manuscritos de Avicena e outros nomes da medicina árabe do período medieval.

9

Miriam

Miriam, a mulher com um problema na garganta

10

PMDB decide apoiar Obama e Raúl Castro

"Abaixo o capitalismo e o socialismo! Viva o fisiologismo!", discursou Temer