Malu Gaspar

(siga @malugaspar no Twitter)

Foi repórter da piauí, é autora de A Organização: A Odebrecht e o Esquema de Corrupção que Chocou o Mundo (Companhia das Letras)

histórias publicadas

Bolsonaro recusou três ofertas de vacina
tempos da peste

Bolsonaro recusou três ofertas de vacina

O Instituto Butantan ofereceu milhões de doses da CoronaVac ao governo em 30 de julho, 18 de agosto e 7 de outubro. O governo nunca se interessou

O sabotador
tempos da peste

O sabotador

Como Bolsonaro agiu, nos bastidores e em público, para boicotar a vacina

Vacina em causa própria
anais da saúde pública

Vacina em causa própria

Veterinário que comanda o Departamento de Imunização do Ministério da Saúde inclui a própria categoria na fila prioritária de vacinação contra a Covid-19

chegada

"Quem é feliz não pega Covid"

Por dentro de uma reunião no Ministério da Saúde

A vacina
chegada

A vacina

A batalha de Bolsonaro para chegar imunizado em 2022

A guerra dos tronos
anais da corrupção

A guerra dos tronos

Como a descoberta do bilionário esquema de propinas da Odebrecht esfacelou a relação entre o pai Emílio e o filho Marcelo

Um governo contaminado
intrigas palacianas

Um governo contaminado

Em livro sobre sua gestão na Saúde, Mandetta conta bastidores dos embates com Bolsonaro e revela que o presidente não foi o único a negar a gravidade da pandemia

Chumbo grosso no Ministério Público 
questões de poder

Chumbo grosso no Ministério Público 

Bloqueio de bens na Suíça, delação premiada contra Moro e interferência na PF acirram guerra entre a Lava Jato e a Procuradoria-Geral da República

A  Fiocruz na mira do bolsonarismo
questões de poder

A  Fiocruz na mira do bolsonarismo

Em áudio enviado a aliados, secretária do Ministério da Saúde indica que governo planeja interferir nas próximas eleições da Fundação – onde “tudo envolve LGBTI”

Cloroquina acima de tudo
questões político-sanitárias

Cloroquina acima de tudo

Até Trump já revogou uso da cloroquina na pandemia de Covid-19, mas secretária do Ministério da Saúde diz em reunião com promotores e procuradores que não dar o remédio é "crime contra a humanidade"