Cristina Kirchner denuncia fraude em lista da Forbes

22ago2012_16h14


A assessoria de imprensa da Casa Rosada negou que Cristina
Kirchner vá gravar um vídeo de apoio a Fernando Haddad

LA RECOLETA – A presidente argentina Cristina Kirchner convocou na manhã de hoje uma cadeia nacional de rádio e tevê para denunciar a lista da revista com as mulheres mais poderosas do mundo. Inconformada com o 16º lugar, Cristina sugeriu que a lista foi comprada e atribuiu o resultado à manipulação do "eixo do mal". "É coisa de jornalistas do Clarín infiltrados na grande imprensa imperialista", atacou, ao final de um discurso de três horas e quarenta e sete minutos.

"É inadmissível que a legítima herdeira de Eva Perón esteja atrás de uma fofoqueira como Oprah Winfrey", comentou um assessor da presidente argentina. "Até da Lady Gaga ela ficou atrás! Só faltava colocar a Cristina atrás da Graça Foster", prosseguiu ele. A presidente da Petrobras ficou em vigésimo lugar na lista da , que fez questão de salientar que os itens beleza e simpatia pesaram no resultado final.

O consulado da Argentina em Nova York prometeu para hoje à noite um panelaço na frente da redação da . Imigrantes latino-americanos estão sendo convocados pelas redes sociais. Povos indígenas, integrantes do MST e a ONG Cholas por La Revolución já confirmaram a presença. O governo venezuelano cedou um jatinho a Diego Maradona, que voa rumo aos Estados Unidos para comandar o protesto.

No Brasil, a posição de destaque de Dilma Rousseff no ranking da Forbes foi ofuscada por outras celebridades. Suzana Vieira foi citada na lista de revelações da teledramaturgia mundial; Luciana Gimenez aparece num honroso quarto lugar no ranking entre as intelectuais mais influentes da atualidade; Fátima Bernardes figura no top 10 das apresentadoras dos programas matinais de TV mais imperdíveis do planeta; Angélica ficou em segundo lugar no item "maridos que mais vendem qualquer coisa na TV"; Juliana Paes conquistou o sétimo lugar na categoria "Gabriela".

Em comunicado oficial, o Louro José disse que não entendeu a ausência de Ana Maria Braga e que fará operação padrão na TV em apoio à greve da Polícia Federal.

Leia também:

Brasil retalia Argentina: metrô da praça Buenos Aires irá para Buenos Aires

Em represália, Espanha nacionaliza Messi

Senado paraguaio vota impeachment de Encontro com Fátima Bernardes

Luciana Gimenez fará programa especial sobre bóson de Higgs

Arquivo
O The piauí Herald não é uma seção noticiosa, mas exclusivamente de humor, com sátiras da realidade política do Brasil.