Na revista

piauí_20

Maio_2008

ou
Ver Todas

mercado imobiliário

Lindinhos e Privates

Como vender um apartamento de 5 milhões de reais para a buliçosa tribo de super-ricos à procura de um teto os áses do mercado financeiro, os azougues do agrobusiness, os feras da informática, os grandes exportadores de matéria-prima, os publicitários e marqueteiros da moda, as celebridades televisivas e a terceira geração de potentados da indústria

Daniela Pinheiro

tipos brasileiros

Veloz, furioso e quebrado

Felípedes João da Silva, maratonista high-tech que quanto mais rápido corre, mais pobre fica

Marcos Caetano

anais da imprensa

Vocabulário do jornalismo israelense

Os palestinos alegam, seqüestram e têm sangue nas mãos, enquanto as Forças de Defesa respondem, detêm e jamais cometem homicídios

Yonatan Mendel

diário

Delírio da era Gonzo

Como um repórter e um ilustrador malucos curtiram a porra-louquice dos anos 70

Ralph Steadman 

confissões de um torcedor feliz

São Vicente e o Santos de Pelé

Ter sido exposto à força e à beleza do futebol da Baixada Santista dos anos 50 e 60, como se ele fosse normal, pode ter provocado danos irreversíveis à minha personalidade

José Miguel Wisnik

memória

Antonio Candido e a menina

Lembranças do tempo em que intelectuais, artistas e militantes entravam e saíam de casa e o pai, atento e afetuoso com a filha, escrevia Formação da Literatura Brasileira e Os Parceiros do Rio Bonito

Ana Luisa Escorel

o que aprendi

Meu reino por um banho quente

Não ando em bando. Gosto de estar sozinho, sou recatado. Carnaval não é comigo. Minha festa é no palco

Ney Matogrosso

ficção

Rascunho de um bilhete suicida

Quando anoiteceu, saí à rua, disposta a entregar-me ao primeiro que passasse, por dinheiro. Depois de consumado o ato, não tive coragem de cobrar. Descobri que era uma amadora irremediável

Sérgio Sant’Anna

chegada

O triunfo (provisório) da pirataria

A volta do site Demonoid.com traz esperança à turma dos bucaneiros

Vanessa Barbara

despedida

Pô, peixe, tu acabou com o meu carango

Na véspera da aposentadoria de Romário, a Ferrari do jogador é aposentada

Roberto Kaz

esquina

O fim de Zafira

A morte violenta não é exclusividade do mico-leão-dourado

Bruno Moreschi

Um conde no Rio

Como renunciar a Dior e batucar Martinho da Vila

Fernanda Mena

E com vocês… Los Kents!

Expoentes roqueiros da decadência capitalista renascem das cinzas

Roberto Kaz

Torturador na via pública

O que pensam da ditadura os moradores da rua Sérgio Paranhos Fleury

Luiz Maklouf Carvalho

Enigmas da cidade e da vida

Estruturalistas e culturalistas debatem favelas e células-tronco

Roberto Kaz

Terror emasculado

Uma visita ao museu-símbolo da ditadura militar na Argentina

Adriana Marcolini

Pó-de-arroz é passado

Os odores delicados de quem ganha a vida suando a camisa

colaboradores

Da Polônia, de Israel e de São Vicente

Poeta, cartunista, músico e designer

Marcel Gotlib

cartas

Escrevinhaduras

Marcel Gotlib

só no site

O amor anoitece

No matrimônio moderno, a poesia tem força de lei.

João Moreira Salles

poesia

A fidelidade das coisas

Ele me conta casos improváveis tateando meu rosto com dedos cegos de chuva

Zbigniew Herbert 

portfólio

Sempé

Delicadezas e bom humor no traço suave do cartunista francês

Jean-Jacques Sempé

só no site

Registros aguados

Há mais de 30 anos, uma aquarelista registra a construção de todas as linhas do metrô paulistano

Fernando Serapião