Na revista

piauí_62

Novembro_2011

ou
Ver Todas

vultos da República

O protetor dos poderosos

Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, faz o impossível para que Brasília funcione direito

Daniela Pinheiro

questões símio-sapientis

Porta-voz alfa

Caco, Serginho, Luke, Vitor, Bongo, Alex e outros tipos peludos e traumatizados que namoram, se automutilam, tomam tranquilizante e se masturbam em Sorocaba

Luiz Henrique Ligabue

carta de Havana

La vida por la izquierda

Como vivem e o que pensam as centenas de brasileiros que vão todos os anos estudar em Cuba, o país socialista cuja população agora aprende a dar um jeito para arrumar dinheiro

Plínio Fraga

a arte da guerra

Galeto à iraquiana

Quem não gosta de frango assado? Fresquinho e crocante, com uma pitada de sal, ele se solta do osso e desmancha na boca. É ótimo – a menos que o preço seja de 2,5 milhões de dólares, tirados do bolso do contribuinte

Peter van Buren

diário da Dilma

Em festa de jacu inhambu não pia

Foi lindo voltar à terra de papai. É bom visitar a família com verba pública

62

anais da fotografia

Ódio revisitado

O flagrante orbitou pelo mundo. E o rosto de uma adolescente de 15 anos tornou-se a imagem oficial da intolerância racial na América

Dorrit Harazim

questões tecnomusicais

Lenine lança um som

Como compor, fazer e vender música numa época em que CDs estão em queda, ninguém quer pagar para baixar canções e a tecnologia invadiu os shows

Renato Terra

questões de literatura e propriedade

Em defesa da obra

As corporações da mídia querem que os escritores trabalhem de graça, não façam arte e exponham a vida privada na internet – e contam com o apoio de Paulo Coelho

Bernardo Carvalho

questões de literatura e autoria

Lírica do Pelourinho

Nos poemas de O Metro Nenhum, Francisco Alvim raspa a casca do riso para revisitar a escravidão

Priscila Figueiredo

questões de literatura e percepção

Ler um romance

Acompanhamos essas histórias como se observássemos uma paisagem e, transformando-a em pintura com os olhos da mente, deixamos que ela nos influencie

Orhan Pamuk

ficção

Divórcio

A gente se abraçava o tempo inteiro também porque precisava conservar a pele. Abraçava meus amigos e minha pele se prendia ao resto do corpo

Ricardo Lísias 

chegada

As almas vão rolar

Novidade do empreendedorismo funerário – como carregar sua arma com o que resta de um ente querido e dar utilidade à urna que mora há anos em casa, esquecida

Dorrit Harazim

questões manuscritas

Saída à francesa

Ninguém merece morrer no mesmo dia que Steve Jobs, Kennedy ou Stálin. Por isso, presta-se aqui uma homenagem pós-póstuma às celebridades mal morridas

Dorrit Harazim

esquina

Na taverna com o pit bull

O grande nome do romance policial escandinavo por pouco não virou futebolista

Paulo Nogueira

Mocassins solitários

Um funcionário corre em homenagem a Kirchner

Kelly Cristina

Socorro lúbrico

Alencar conserta brinquedos que ele prefere não saber como funcionam

Paula Scarpin

Limusine, nunca mais

Um passeio abafado para comemorar o aniversário de quadrigêmeos

Ricardo Cabral

Delação anônima

Constrangimento é coisa do passado para denunciar o mau hálito

Mariana Filgueiras

Parceria, não

Um guia para evitar roubadas no universo da produção cultural

Raquel Freire Zangrandi

Seja vereador, pergunte-me como

Quem quer entrar na política deve estar no PSD do Kassab

Renato Terra

cartuns

Os Coelhos Ninjas contra-atacam

Philip Spence

colaboradores

Da Turquia, da Espanha e do Brasil

Edição com escritor, fotógrafo e jornalista, os três de óculos

Philip Spence