Na revista

piauí_25

Outubro_2008

ou
Ver Todas

anais de Brasília

O caseiro

De como todos os poderes da República - Executivo, Legislativo, Judiciário, polícia, imprensa, governo, oposição - moeram Francenildo dos Santos Costa

João Moreira Salles

figuras das finanças

Onze bilhões de reais e um barril de lágrimas

Luis Stuhlberger, o zero à esquerda que achava que nunca seria alguém, construiu o maior fundo multimercado fora dos Estados Unidos e, no meio da crise, deu mais uma tacada

Consuelo Dieguez

figuras da medicina

A escolha de Joaquim

A versão do médico acusado de manipular a fila dos transplantes para beneficiar ricos e poderosos

Daniela Pinheiro

ficção

Natasha

Presente raro: a experiência metafísica e visionária de uma donzela russa, num conto que permaneceu guardado na Biblioteca do Congresso americano até o início deste ano, 31 anos após a morte do autor

Vladimir Nabokov

carta do Marrocos

Na rota do Kif

"Madame tranqüila", "reggae marroquino", "busca-vidas" são alguns termos da língua franca falada nas verdejantes plantações de maconha que se esparramam pelo norte do país. Oitocentos mil marroquinos

Guilherme Russo

tipos brasileiros

O fingidor de madeixas

A arte de disfarçar a careca é ancestral e conta com alguns adeptos famosos, como Donald Trump. Mas Plínio Darcy, grande autoridade no assunto, recusa-se até a admitir que tenha a mais incipiente deficiência capilar

Marcos Caetano

questões urbanas

NY & SP

Em Nova York, os miseráveis recolhem embalagens plásticas e não aparecem em Times Square; em São Paulo, eles são uma ferida, um enorme volume que nos obriga a sofrer e gozar nosso privilégio

Edmundo Desnoes

questões lítero-raciais

Visionário espiroqueta

No romance O Presidente Negro, a arte não imita a vida nem o marketing: o leitor sai em busca de Barack Obama, mas quem desponta é Hitler

Roberto Pompeu de Toledo

humor

A obra-prima do bardo (parte 2)

A parte final da obra-prima do Bardo, na qual Laerte busca vingar-se de Hamlet, que matou seu pai, Polônio, e enloqueceu a irmã, Ofélia, e depois acontece um monte de coisas

Marcel Gotlib

despedida

A liberdade de ver os outros

Um dos escritores mais admirados de sua geração, o americano David Foster Wallace se suicidou no mês passado, aos 46 anos, enforcando-se. Este texto foi tirado de seu discurso de paraninfo para formandos do Kenyon College, há três anos

David Foster Wallace

chegada

Sarah Palin veio para ficar

Foi preciso débâcle do sistema financeiro mundial para que a  América esquesse, temporariamente, o barulho provocado pela mulher-tsunami vinda do alasca. Com seu terninho de bibliotecária que sugere ardor por trás dos óculos e do coque ninho de pássaro Sarah tornou-se o Viagra político que parecia extinto no partido republicano. Engoliu seu criador, John McCain 

25

25

25

esquina

Corte de elite

Nem só de linho e seda vive o mundo da moda

Douglas Duarte

Paralelepípedos de quatro patas

Da arte de leiloar sêmen bovino no horário nobre

Daniel Salles

Aleluia, Camará!

Capoeirista evangélico domina a Bíblia e a ginga

Roberto Kaz

Pontinho turístico

Enquanto persiste no mapa, Tuvalu almeja se empanturrar de turistas

Bruno Moreschi

Edemar, o artista

Sua obra vai além da escultural falência do Banco Santos

Bruno Moreschi

Profissional da claque

Procuram-se cinco senhoras para bater palmas

Letícia Rocha

Branqueou…

Autocrítica substitui o falatório em campanha de Curitiba

Bruno Moreschi

quadrinhos

Hamlet

Marcel Gotlib

colaboradores

Viagens multidirecionais

Os escribas do mês singram para o Além, para Phaic Tan, para os labirintos do poder em Brasília, para as entranhas do corpo humano e para as raízes da crise

Marcel Gotlib

cartas

cartas_é pau, é pedra

Marcel Gotlib

editorial de aniversário

Ufanismo crítico

Haverá pré-sal e prosecco para todos

Ufanismo crítico

diário

Deita a vassoura, gari!

Ufanismo crítico

poesia

País em fuga

Guillermo Saavedra

the piauí herald

piauí Herald

Roberto Kaz