Na revista

piauí_85

Outubro_2013

ou
Ver Todas

vultos da República

Na boca do povo

Antes e depois dos protestos, os mandos e desmandos de Sérgio Cabral, o governador mais impopular do país

Daniela Pinheiro

anais da aviação

O desastre

Denise Abreu e as circunstâncias da tragédia de 2007 no Aeroporto de Congonhas

Consuelo Dieguez

figuras da cultura

Na montanha-russa do século

Paradoxos do progresso em Corumbá aos olhos de um intelectual refugiado do nazismo

Roberto Schwarz

diário

O homem que conhecia todo mundo

Um cultor e patrono da arte moderna circula pelos ateliês, mesas e salões da Belle Époque

Harry Graf Kessler

carta dos Estados Unidos

A pátria americana

De Bush a Obama, tudo muda para continuar igual

Perry Anderson

ficção

A travessia de Suez

Um romance mediúnico

Reinaldo Moraes

chegada

Fardas e fardões

FHC, a ABL e o cupim da democracia

Fernando de Barros e Silva

questões da getulice

Verdade Vargas

A biografia de Lira Neto e a permanência do ditador no presente

Mario Sergio Conti

questões diplomático-desportivas

As regras do jogo

Como a Fifa se tornou o novo FMI

Marcos de Azambuja

diário da Dilma

Malandro é Chiquinho Scarpa, que já nasce de botox

Obama espionou até os meus papéis de carta! Minha dieta da lua! Minhas compras na Cleusa Presentes! Mandei a Ideli checar se ainda temos Exército

annals of xxxxxxxxx

The NSA Herald

O diário mais visado do país revela tudo o que a espionagem americana descobriu sobre o Brasil

portfólio

Que país foi este?

Sérgio Augusto e Henfil

questões literárias

A raiva do enxadrista

Trauma, humor, sujeitos esfacelados e identidades possíveis nos romances de Ricardo Lísias

Fábio de Souza Andrade

esquina

Vilarejo olímpico

Por que uma cidadezinha mineira faz sucesso nas competições de matemática

Rafael Cariello

Marianne é do Femen

A revolucionária que inspirou a nova alegoria da République

Mário Camera

A jiboia e o bugio

Uma bióloga de Rondônia flagra a natureza em ação

Bernardo Esteves

Amigo do peito

Um oficial de Justiça se afeiçoa a seus notificados

Karla Monteiro

Fla–Flu de Laranjeiras

Tática black bloc polariza bairro que é reduto da esquerda no Rio

Luiza Miguez

Do fim à despedida

O trabalho do necromaquiador começa quando termina a vida alheia

Júnior Milério

O fim do sossego

Quilombola é atropelado por plano para parque estadual

Nonato Viegas

quadrinhos

A arte de lembrar

Uma delicadeza do poeta a um jovem humorista

Reinaldo Figueiredo

poesia

Ligue os pontos

Das maravilhas do mundo moderno a única que me faria falta é você (e talvez quem sabe o ar condicionado)

Gregorio Duvivier

memórias lacerdistas

Coração quase bárbaro

O neto do jornalista e político Carlos Lacerda assume a voz do avô numa autobiografia romanceada. Neste trecho inédito, ele relata a morte de João Pessoa e a Revolução de 1930

Rodrigo Lacerda

despedida

A ruína de Eike

Do Hotel Glória, que o ex-bilionário prometeu reformar, sobraram a fachada e pilhas de entulho

Mariana Filgueiras

colaboradores

Nadia Khuzina [Capa] é desenhista russa e criadora do site Dear Dictators.

 

Miguel Brieva [Cartum do índice e ilustração em Coração quase bárbaro], desenhista e escritor espanhol, é autor de Obras Incompletas de Marcz Doplacié, da Belleza Infinita.

 

Mario Sergio Conti [Mais fortes são os poderes do corpo e Chutes para todo lado] é repórter de piauí e autor de Notícias do Planalto, da Companhia das Letras. Apresenta o Roda Viva, da TV Cultura. Caricatura de José Dirceu por Angeli.

 

Daniela Pinheiro [O comissário], repórter de piauí, é coautora de Vultos da República, da Companhia das Letras. Fotografia de Ella Durst.

 

Margaux Motin [Cartuns] é ilustradora francesa. Os desenhos integram o livro J’aurais Adoré Être Ethnologue, da editora MARAbulles.

 

Dilma Rousseff [Em festa de formiga não se elogia tamanduá] é presidenta da República. Seu ghost-writer não autorizado é o repórter Renato Terra. Ilustração de Caco Galhardo.

 

César Benjamin [O longo prazo chegou] é editor da Contraponto Editora. Caricatura de Cassio Loredano.

 

Consuelo Dieguez [Os invisíveis] é repórter de piauí e coautora da coletânea de perfis Vultos da República, da Companhia das Letras. Ilustração de Pedro Franz.

 

Germán Labrador Méndez [A democracia na praça] é professor no Departamento de Espanhol e Português na Universidade de Princeton. Tradução de Sérgio Molina e Rubia Goldoni.

 

Muhammed Hamdy [Pedras, armas, religião] é cineasta egípcio e diretor de fotografia do filme The Square. Tradução de Sergio Flaksman.

 

Bernardo Esteves [Cobra criada], repórter de piauí, publicou Domingo é Dia de Ciência, pela Azougue.

 

Allan Sieber [O papai chegou] é cartunista e quadrinista da Folha de S.Paulo. Lançará em breve Perca Amigos, Pergunte-me Como, pela Mórula Editorial. Cynthia B. é quadrinista e roteirista, dirige e escreve Luiza Deixou Recado, uma websérie a estrear no canal Emtubo.

 

Andrew Solomon [Crianças já não me entristecem], escritor americano, é autor de O Demônio do Meio-Dia – Uma Anatomia da Depressão, da Objetiva. O texto integra o livro Longe da Árvore, que a Companhia das Letras lança em setembro, com tradução de Donaldson M. Garschagen, Luiz A. de Araújo e Pedro Maia Soares.

 

Charles Peixoto [No projetor da memória] é poeta e roteirista carioca. Fundador do grupo Nuvem Cigana, é editor do Almanaque Biotônico da Vitalidade. Seus principais livros, publicados nos anos 70, estão expostos em Poesia Marginal – Palavra e Livro, no Instituto Moreira Salles.

 

Juliana Cunha [O último telegrama] é repórter, tradutora e autora dos livros Gaveta de Bolso, da Prólogo, e Já Matei por Menos, da Lote 42.

 

Ilustrações de Esquina por Andrés Sandoval.