Na revista

piauí_157

Outubro_2019

ou
Ver Todas

questões raciais

Letra preta

Os negros na imprensa brasileira

Yasmin Santos

diário

Uma certa civilidade

A vitória de Lula e os primeiros dias da transição do poder

Fernando Henrique Cardoso

vultos da República

Fala grossa e salto fino

As façanhas de Joice Hasselmann, do rádio ao Congresso

Thais Bilenky

carta de buenos aires

Estupor e tremores

A eleição presidencial e a vertigem econômica na Argentina

Josefina Licitra

questões ambientais

E se parássemos de fingir?

O apocalipse climático está chegando. Para nos prepararmos, precisamos admitir que não somos capazes de evitá-lo

Jonathan Franzen

tribuna da história

O colapso

A abertura acidental do Muro de Berlim, há trinta anos

Mary Elise Sarotte

piauí herald

The BolsozApp Herald

A rede social mais patriótica do Brasil

Lennongário RibaCartney

anais da literatura

Fumando com o rei em Estocolmo

Quando a poeta Wislawa Szymborska ganhou o Nobel

Anna Bikont e Joanna Szczesna

quadrinhos

Brasil acima de tudo, jazz acima de todos

Mais um capítulo dos diários de Leonard Plume

Reinaldo Figueiredo

cartuns

Cartuns_157

Laerte Coutinho, Cynthia B., Aline Zouvi, LoveLove6, Fabiane Langona e Estela May

esquina

Noite e dia em Hong Kong

Revolução, guarda-chuvas e paetês

Caio Yurgel

Nasce uma atriz

A figurante que alegra Bacurau

Tiago Coelho

O MBL vai ao cinema

Um filme para chamar de seu

Luiza Miguez

Corujas sem fronteiras

Um suíço e a paz no Oriente Médio

Bernardo Esteves

Afroprogramadores

Um workshop só para negros

Emily Almeida

Doutorado quase aos 80

Português realiza sonho no Brasil

Jonathas Cotrim

Boteco engajado

O novo reduto da esquerda carioca

Julia Sena

chegada

Aulas de bolsonarismo

De olho em 2020, PSL ensina filiados a ser de direita

Luigi Mazza

poesia

O manto tupinambá é um ninho na escuridão do mundo

Edimilson de Almeida Pereira

colaboradores

Nadia Khuzina [Capa] é artista russa.

 

Luigi Mazza [Aulas de bolsonarismo, p. 8] é repórter da piauí.

 

Lennongário RibaCartney [The BolsozApp Herald, p. 17] é o Beatle mais patriótico do Brasil. Seu ghost-writer é Roberto Kaz, repórter da piauí e autor do Livro dos Bichos, editado pela Companhia das Letras.

 

Thais Bilenky [Fala grossa e salto fino, p. 20] é repórter da piauí. Foto de Diego Bresani.

 

Yasmin Santos [Letra preta, p. 30] é repórter da piauí. Ilustração de Caio Borges.

 

Josefina Licitra [Estupor e tremores, p. 40], jornalista argentina, é autora de El Agua Mala: Crónica de Epecuén y las Casas Hundidas, da editora Aguilar.Tradução de Sérgio Molina e Rubia Goldoni.

 

Fernando Henrique Cardoso [Uma certa civilidade, p. 44], sociólogo, foi senador, ministro das Relações Exteriores e da Fazenda, e presidente da República por dois mandatos consecutivos. É autor de Pensadores que Inventaram o Brasil, da Companhia das Letras. O texto é um trecho do livro Diários da Presidência: 2001-2002 (volume 4), a ser publicado este mês pela Companhia das Letras.

 

Jonathan Franzen [E se parássemos de fingir?, p. 54], escritor e ensaísta norte-americano, é colaborador da New Yorker, na qual o texto foi publicado originalmente. Seu romance mais recente é Pureza, lançado pela Companhia das Letras.Tradução de Renato Marques de Oliveira. Ilustração de Caio Borges.

 

Mary Elise Sarotte [O colapso, p. 58] é especialista em história das relações internacionais e pesquisadora associada do Centro de Estudos Europeus da Universidade Harvard. O texto é um trecho do livro The Collapse: The Accidental Opening of the Berlin Wall, editado pela Basic Books. Tradução de Sergio Flaksman.

 

Reinaldo Figueiredo [Brasil acima de tudo, jazz acima de todos, p. 72], desenhista, humorista e músico carioca, é um dos criadores do Casseta & Planeta e toca contrabaixo na Companhia Estadual de Jazz. É colunista da Folha de S.Paulo e lançou A Arte de Zoar, pela Objetiva.

 

Anna Bikont e Joanna Szczęsna [Fumando com o rei em Estocolmo, p. 76], jornalistas e escritoras polonesas, colaboram com a Gazeta Wyborcza. O texto é parte do livro Quinquilharias e Recordações: Biografia de Wisława Szymborska, a ser publicado em janeiro pela editora Âyiné. Tradução de Eneida Favre.

 

Edimilson de Almeida Pereira (Poesia, p. 82) é poeta, ensaísta e professor titular na Universidade Federal de Juiz de Fora. Publicou, entre outros livros, Orfe(x)u Exunouveau, pela Azougue Editorial e Qvasi, pela Editora 34. Os poemas integram a coletânea poesia + (antologia 1985-2019), a ser lançada pela Editora 34.

 

Angeli [Despedida, p. 86], cartunista e colaborador da piauí, publicou a coletânea Todo Bob Cuspe, pela Companhia das Letras.

 

Cartuns espalhados nesta edição: Laerte, Cynthia B, Aline Zouvi, Lovelove6, Fabiane Langona, Estela May.

 

Ilustrações de Esquina por Andrés Sandoval.